Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Malásia estuda reestruturação da Malaysia Airlines



10/06/2014 | 02:50


O braço de investimentos estatais da Malásia, Khazanah Nasional, anunciou que está estudando todas as opções para reestruturar a companhia aérea Malaysia Airlines.

Os esforços da companhia para se recuperar de três anos consecutivos de perdas foram prejudicados pelo desaparecimento do voo 370, em março. "Toda as opções estão sendo observadas. Os estudos ainda estão em andamento", informou Azman Mokhtar, diretor-gerente da Khazanah, que detém 69,4% da Malaysia Airline System. Ele não quis comentar sobre quais opções estão sendo consideradas.

Às margens de uma conferência de investidores, Azman afirmou que a companhia possui caixa suficiente para os próximos 12 meses, o que dá algum espaço para o curto prazo.

Em 2013, a companhia registrou um prejuízo de 1,17 bilhão de ringgit da Malásia (US$ 356 milhões). Em 2012 as perdas foram de 433 milhões de ringgit e em 2011, 2,5 bilhões de ringgit.

O diretor-gerente lembrou que qualquer plano de reestruturação precisa da aprovação do governo e levará em conta o status de companhia nacional da Malaysia Airlines. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Malásia estuda reestruturação da Malaysia Airlines


10/06/2014 | 02:50


O braço de investimentos estatais da Malásia, Khazanah Nasional, anunciou que está estudando todas as opções para reestruturar a companhia aérea Malaysia Airlines.

Os esforços da companhia para se recuperar de três anos consecutivos de perdas foram prejudicados pelo desaparecimento do voo 370, em março. "Toda as opções estão sendo observadas. Os estudos ainda estão em andamento", informou Azman Mokhtar, diretor-gerente da Khazanah, que detém 69,4% da Malaysia Airline System. Ele não quis comentar sobre quais opções estão sendo consideradas.

Às margens de uma conferência de investidores, Azman afirmou que a companhia possui caixa suficiente para os próximos 12 meses, o que dá algum espaço para o curto prazo.

Em 2013, a companhia registrou um prejuízo de 1,17 bilhão de ringgit da Malásia (US$ 356 milhões). Em 2012 as perdas foram de 433 milhões de ringgit e em 2011, 2,5 bilhões de ringgit.

O diretor-gerente lembrou que qualquer plano de reestruturação precisa da aprovação do governo e levará em conta o status de companhia nacional da Malaysia Airlines. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;