Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

GE oferece US$ 16,9 bi por divisão de energia da Alstom



30/04/2014 | 02:55


A GE anunciou uma oferta vinculativa de US$ 16,9 bilhões (12,35 bilhões de euros) para adquirir a divisão de energia da francesa Alstom, sendo US$ 13,5 bilhões em valor da empresa e US$ 3,4 bilhões em caixa líquido.

"O quadro de diretores da Alstom recebeu positivamente a oferta e indicou um comitê de diretores independentes, liderado por Jean-Martin Folz, para analisar a transação até 2 de junho", informou a GE. Se a avaliação for positiva, terá início um período de exclusividade e os próximos passos incluirão a aprovação dos acionistas da Alstom e a sinalização dos reguladores.

Em outro comunicado, a Alstom confirmou a proposta e disse que o quadro de diretores reconheceu por unanimidade os méritos estratégicos e industriais da oferta. A empresa anunciou que o comitê independente também irá cooperar com representantes do governo francês.

Patrick Kron, presidente e executivo-chefe da Alstom, disse que a combinação da unidade de energia da Alstom e da GE criaria uma entidade que "serviria melhor as necessidades dos clientes". "Os funcionários da Alstom se juntariam a um player renomado, global, com os meios para investir nas pessoas e na tecnologia para apoiar os clientes globais de energia no longo prazo", disse. Já a Alstom, após a transação, focaria no segmento de transportes.

A Alstom também se reservou ao direito de entrar em discussões com outros ofertantes que demonstrarem um interesse sério, que poderia levar a uma oferta superior. No entanto, se após analisar e recomendar a oferta da GE, o quadro de diretores apoiar outra transação, a Alstom deverá pagar uma taxa de 1,5% ao preço de compra para a GE.

Dito isso, a empresa revelou ter recebido uma declaração de interesse da Siemens e disse que a companhia terá acesso justo à informação necessária para fazer, se assim desejar, uma oferta.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

GE oferece US$ 16,9 bi por divisão de energia da Alstom


30/04/2014 | 02:55


A GE anunciou uma oferta vinculativa de US$ 16,9 bilhões (12,35 bilhões de euros) para adquirir a divisão de energia da francesa Alstom, sendo US$ 13,5 bilhões em valor da empresa e US$ 3,4 bilhões em caixa líquido.

"O quadro de diretores da Alstom recebeu positivamente a oferta e indicou um comitê de diretores independentes, liderado por Jean-Martin Folz, para analisar a transação até 2 de junho", informou a GE. Se a avaliação for positiva, terá início um período de exclusividade e os próximos passos incluirão a aprovação dos acionistas da Alstom e a sinalização dos reguladores.

Em outro comunicado, a Alstom confirmou a proposta e disse que o quadro de diretores reconheceu por unanimidade os méritos estratégicos e industriais da oferta. A empresa anunciou que o comitê independente também irá cooperar com representantes do governo francês.

Patrick Kron, presidente e executivo-chefe da Alstom, disse que a combinação da unidade de energia da Alstom e da GE criaria uma entidade que "serviria melhor as necessidades dos clientes". "Os funcionários da Alstom se juntariam a um player renomado, global, com os meios para investir nas pessoas e na tecnologia para apoiar os clientes globais de energia no longo prazo", disse. Já a Alstom, após a transação, focaria no segmento de transportes.

A Alstom também se reservou ao direito de entrar em discussões com outros ofertantes que demonstrarem um interesse sério, que poderia levar a uma oferta superior. No entanto, se após analisar e recomendar a oferta da GE, o quadro de diretores apoiar outra transação, a Alstom deverá pagar uma taxa de 1,5% ao preço de compra para a GE.

Dito isso, a empresa revelou ter recebido uma declaração de interesse da Siemens e disse que a companhia terá acesso justo à informação necessária para fazer, se assim desejar, uma oferta.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;