Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Jairo descarta mala branca na reta final

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Presidente do Ramalhão prevê que rivais pelo G-4 vão tropeçar e prefere motivar seus atletas


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

02/04/2014 | 07:00


Apesar de depender de outras equipes para conseguir o acesso à elite do Campeonato Paulista, o Santo André descarta a utilização da famosa mala branca, que nada mais é do que incentivo financeiro para equipes que não têm mais tanto interesse na competição.

Segundo o presidente do Ramalhão, Jairo Livólis, a ideia é motivar os atletas andreenses para conseguirem os seis pontos em disputa contra o Catanduvense, sábado, no Bruno Daniel, e São Caetano, dia 13, no Anacleto Campanella.

“Nossos adversários terão jogos complicados pela frente e devem perder pontos. Temos de fazer nossa parte. Para isso precisamos manter os nossos jogadores motivados e é isso o que estamos fazendo”, comentou Livólis, que não confirmou se dará premiação especial ao elenco em caso de acesso.

Para subir, além de vencer os dois jogos que restam, o Ramalhão precisa torcer por tropeço do São Bento ou empates de Marília e Mirassol. O time de Sorocaba terá pela frente o Guaratinguetá, em casa, e o Catanduvense, fora. Já o Marília enfrenta o Monte Azul, no Bento de Abreu, e o Guaratinguetá, no Vale do Paraíba. Por fim, o Mirassol visita o Itapirense e recebe a Ferroviária.

Jairo revelou que teve reunião com a diretoria segunda-feira para analisar o que deu errado na derrota (1 a 0) para o São Bento. “Tivemos boa conversa, muito produtiva. Confio no potencial do Carlito (Arini, assessor da presidência), do Juraci (Catarino, diretor de futebol) e do Vilson (Tadei, treinador) para motivar os atletas. Se perceber a necessidade, vou conversar com o grupo até sexta-feira”, comentou.

No treino de ontem, os jogadores do Ramalhão receberam a visita do ex-meia Adãozinho, fundamental na conquista do acesso para a elite em 2001. Ele conversou com os jogadores e transmitiu mensagem de otimismo. “É preciso acreditar. Enquanto existir chance, é necessário se doar ao máximo e não se entregar”, ensinou.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;