Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Bico oficial entra em operação e Grande ABC terá reforço na Segurança

Medida, anunciada ontem por Alckmin, começa a valer a partir de quarta-feira em todo o Estado


Illenia Negrin
Do Diário do Grande ABC

28/03/2014 | 07:00


 O patrulhamento das ruas do Grande ABC será reforçado a partir de quarta-feira, quando entra em prática a medida que permite ao policial militar trabalhar em seus dias de folga em troca de remuneração adicional. O anúncio vale para todo o Estado e foi feito ontem pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), em evento realizado no Anhembi, na Capital, para entrega de viaturas.

O ‘bico’ oficial será permitido nos 645 municípios paulistas, conforme lei sancionada em dezembro. O número de vagas extras em cada um dos batalhões será definido pelo comando da PM (Polícia Militar), de acordo com as estatísticas criminais.

Segundo Alckmin, no Estado, por dia, 1.000 policiais a mais estarão nas ruas. Ao todo, a expecativa é que 3.000 militares façam parte do programa.

O reforço ainda não pode ser quantificado na região, segundo o comandante da PM no Grande ABC, coronel Mauro Cezar Ricciarelli, que atualmente responde, em caráter interino, pelo comando da PM na Grande São Paulo.

“O efetivo a mais disponível para a nossa região será definido pelo comando geral. A princípio, São Bernardo e Diadema devem receber esses reforços, em virtude dos índices de criminalidade. Mas nada impede que os demais também sejam contemplados”, afirmou.

Foram estipulados dois valores para a Dejem (Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho do Policial Militar): R$ 193,34 para oficiais e R$ 161,12 para praças. A medida é elogiada por Mauro por acabar com o trabalho informal, comum na categoria. Ele aponta como vantagens da Atividade Delegada o fato de o policial trabalhar fardado e armado, sob o comando da corporação, e atuar em áreas em que já realiza suas funções habitualmente.

O Grande ABC possui cerca de 4.000 militares, incluindo os que desempenham funções administrativas. De acordo com a lei complementar 1227/13, que regulamenta a jornada extra, é permitido ao policial trabalhar até oito horas quando estiver de folga, em no máximo dez dias por mês, para que o serviço não prejudique o período de repouso necessário. Boa parte deles cumpre carga de 12 horas trabalhadas por 36 de descanso.

O reforço no policiamento é uma das apostas do comando da PM na região para diminuir os índices de roubos e furtos gerais e de veículos, que crescem mês a mês na região. Em fevereiro, houve aumento de 20,78% e 38,09%, respectivamente, na comparação com o mesmo mês de 2013. Já os homicídios tiveram queda pela primeira vez desde julho: o número de mortes diminui de 25 para 16, no mesmo período.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;