Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Natalini evita polêmica com Lauro Michels

Pré-candidato do PV ao governo estadual espera adesão do prefeito de Diadema, que defende Alckmin


Rogério Santos
Do Diário do Grande ABC

24/03/2014 | 07:17


Pré-candidato do PV ao governo do Estado, o vereador da Capital Gilberto Natalini quer manter boa relação com os correligionários, mesmo aqueles que contestam o projeto político, como o prefeito de Diadema, Lauro Michels. No começo do ano, Lauro classificou como “aventura” a empreitada política do correligionário, defendido pela direção nacional do partido.

Diplomático, o parlamentar tratou de evitar atrito com o verde. “Polêmica com quem? Eu não tive impasse com ninguém. Inclusive faz tempo que não vejo o prefeito”, disse Natalini. “Ele fez aquela declaração, foi uma opinião dele. Isso ocorre na democracia”, completou.

Natalini salientou que a definição sobre sua candidatura ao Palácio dos Bandeirantes partiu da direção estadual do PV e que coube a ele aceitar o convite.

Secretário de Saúde em Diadema entre 1997 e 2000, na gestão de Gilson Menezes (PSB), ele declarou que guarda boas recordações daquele período. “Tenho muita saudade da cidade. Deixei muitos amigos na Prefeitura e na Câmara”, recordou.

O pré-candidato salientou que espera o apoio não apenas de Lauro, mas também da deputada estadual Regina Gonçalves (PV), vice de Gilson durante o governo do socialista. “A Regina é minha amiga pessoal. Eu a conheço há muitos anos, desde quando atuamos juntos na Prefeitura.”

Em pré-campanha, Gilberto Natalini já visitou mais de 90 cidades pelo Estado. Hoje ele participará de evento na Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André).
O PV insiste em lançar candidatura própria ao governo do Estado mesmo integrando a base do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que disputará a reeleição.

O partido possui a Secretaria de Recursos Hídricos, chefiada por Edson Giriboni. A sustentatação a Alckmin também ocorre na Assembleia Legislativa, onde o PV possui a terceira maior bancada, com oito deputados.

Adotando discurso mais ameno, Lauro Michels declarou que conversará com Natalini, mas condicionou apoio ao governador. “Hoje apoio o Geraldo, até mesmo pelos investimentos que ele vem realizando em Diadema”, considerou o verde.

Após reclamar da falta de aporte do Palácio dos Bandeirantes, o chefe do Executivo mudou de opinião, considerando o tucano um parceiro do município.

Entre os projetos desenvolvidos pelo Estado em Diadema estão a implantação da unidade do Poupatempo, uma clínica da Rede Lucy Montoro, que será instalada no Quarteirão da Saúde, e a unidade local da Fábrica de Cultura, a primeira construída fora da Capital.

O empreendimento, que oferece atividades culturais, terá aporte de R$ 18 milhões e será instalado numa área de 6.400 metros quadrados, na região central.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Natalini evita polêmica com Lauro Michels

Pré-candidato do PV ao governo estadual espera adesão do prefeito de Diadema, que defende Alckmin

Rogério Santos
Do Diário do Grande ABC

24/03/2014 | 07:17


Pré-candidato do PV ao governo do Estado, o vereador da Capital Gilberto Natalini quer manter boa relação com os correligionários, mesmo aqueles que contestam o projeto político, como o prefeito de Diadema, Lauro Michels. No começo do ano, Lauro classificou como “aventura” a empreitada política do correligionário, defendido pela direção nacional do partido.

Diplomático, o parlamentar tratou de evitar atrito com o verde. “Polêmica com quem? Eu não tive impasse com ninguém. Inclusive faz tempo que não vejo o prefeito”, disse Natalini. “Ele fez aquela declaração, foi uma opinião dele. Isso ocorre na democracia”, completou.

Natalini salientou que a definição sobre sua candidatura ao Palácio dos Bandeirantes partiu da direção estadual do PV e que coube a ele aceitar o convite.

Secretário de Saúde em Diadema entre 1997 e 2000, na gestão de Gilson Menezes (PSB), ele declarou que guarda boas recordações daquele período. “Tenho muita saudade da cidade. Deixei muitos amigos na Prefeitura e na Câmara”, recordou.

O pré-candidato salientou que espera o apoio não apenas de Lauro, mas também da deputada estadual Regina Gonçalves (PV), vice de Gilson durante o governo do socialista. “A Regina é minha amiga pessoal. Eu a conheço há muitos anos, desde quando atuamos juntos na Prefeitura.”

Em pré-campanha, Gilberto Natalini já visitou mais de 90 cidades pelo Estado. Hoje ele participará de evento na Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André).
O PV insiste em lançar candidatura própria ao governo do Estado mesmo integrando a base do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que disputará a reeleição.

O partido possui a Secretaria de Recursos Hídricos, chefiada por Edson Giriboni. A sustentatação a Alckmin também ocorre na Assembleia Legislativa, onde o PV possui a terceira maior bancada, com oito deputados.

Adotando discurso mais ameno, Lauro Michels declarou que conversará com Natalini, mas condicionou apoio ao governador. “Hoje apoio o Geraldo, até mesmo pelos investimentos que ele vem realizando em Diadema”, considerou o verde.

Após reclamar da falta de aporte do Palácio dos Bandeirantes, o chefe do Executivo mudou de opinião, considerando o tucano um parceiro do município.

Entre os projetos desenvolvidos pelo Estado em Diadema estão a implantação da unidade do Poupatempo, uma clínica da Rede Lucy Montoro, que será instalada no Quarteirão da Saúde, e a unidade local da Fábrica de Cultura, a primeira construída fora da Capital.

O empreendimento, que oferece atividades culturais, terá aporte de R$ 18 milhões e será instalado numa área de 6.400 metros quadrados, na região central.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;