Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Sem polêmica, Câmara de Diadema aprova repasse para liga de futebol

Em ritmo arrastado, Legislativo avalizou subvenção de R$ 390 mil para custear torneios


Rogério Santos
Do Diário do Grande ABC

21/03/2014 | 07:00


Em dia de sessão morosa, a Câmara de Diadema aprovou repasse de R$ 390 mil para a liga de futebol amador, para custeio de torneios promovidos pela entidade durante o ano. Apresentada para votação durante os trabalhos, a propositura foi aprovada sem polêmica.

Sessão extraordinária foi realizada para avalizar a norma de forma definitiva. Conhecida pela tradição no futebol amador, Diadema conta com inúmeros clubes espalhados por todos os bairros. Em alguns casos, é a principal alternativa de lazer.

Pela manhã, o secretário de Esportes Antônio Marcos Ferreira da Silva, o Marquinhos, participou da reunião entre os líderes das bancadas com representação no Legislativo para explicar detalhes da proposta.

Mesmo com a prorrogação dos trabalhos, os parlamentares votaram rapidamente a matéria. Sem projetos polêmicos encaminhados pelo Executivo, o Legislativo diademense vive fase de calmaria, com pouco debate entre os parlamentares, mesmo às vésperas da eleição.

CERCAS ELÉTRICAS

Havia expectativa de que a Câmara aprovasse ontem, em definitivo, o projeto de autoria do chefe do Legislativo. Eduardo Manoel Marinho, o Maninho (PT), que regulamenta a instalação de cercas elétricas no município. Mas a votação foi adiada por uma semana.

A matéria foi aprovada na semana passada em primeiro turno, após levar dez anos para ser votada em plenário.

Segundo Maninho, a ACE (Associação Comercial e Empresarial) procurou a direção da Câmara, disposta a fazer sugestões ao texto. “Como eles nos procuraram, vamos dialogar. Realizaremos a reunião e votaremos o projeto na próxima sessão”, considerou o petista.

O objetivo da propositura é regularizar a instalação do equipamento de segurança nas residências, evitando que as cercas elétricas sejam providenciadas de forma improvisada e fora dos padrões da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Pela regra, para utilizar o equipamento o morador precisará de alvará de autorização emitido pela Prefeitura.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;