Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Canalização é finalizada, mas urbanização não chega à Vl.Luzita

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Entulho, cimento e lixo se acumulam no local, que deveria ter sistema viário e ciclovia


Renata Rocha
Especial para o Diário

12/03/2014 | 07:00


Moradores da Avenida Capitão Mário Toledo de Camargo, na Vila Luzita, em Santo André, sofrem com entulho, cimento e lixo que se acumulam em local onde deveria haver sistema viário e ciclovia. Com a conclusão da canalização do Córrego Guarará, o problema com as enchentes era para estar resolvido, mas com o acumulo de lixo, continua a acontecer. “Neste ano perdi meu sofá. A sorte é que não está chovendo tanto”, diz a dona de casa Adriana Morais, 40 anos.

Enchentes não são o único problema relatado pelos vizinhos. “Está perigoso sair de casa à noite. Tem muitos usuários de drogas, esse entulho dá margem à ação de ladrões também”, reclama Adriana.

Segundo moradores, ratos, baratas e até pequenas cobras estão invadindo as casas. “Depois que foi feita a canalização, abandonaram tudo”, diz o aposentado Juraci Barbosa, 70, que precisa tirar o lixo da porta de casa sempre que chove.

A equipe do Diário constatou ontem mais dois problemas. No meio do entulho há um buraco que faz ligação com o córrego, onde qualquer pessoa pode cair, principalmente crianças. Além disso, a reportagem flagrou um carro despejando entulho no local em plena luz do dia.

“Como morador a gente não pode reclamar, se não sofremos ameaça”, afirma a aposentada Irmã de Barros Barbosa, 60.

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) afirma que as obras de canalização de 351 metros do Córrego Guarará foram concluídas, mas os demais serviços dependem de liberação de recursos da Caixa Econômica Federal no valor de R$ 1,8 milhão. A previsão é concluir as intervenções em junho.
 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;