Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 17 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Cinco cidades oferecem ônibus grátis a idosos a partir de 60 anos

Santo André, São Bernardo, São Caetano, Mauá
e Rio Grande dispõem desse benefício


Pedro Souza
Do Diário do Grande ABC

24/02/2014 | 07:03


Completar 60 anos no Grande ABC pode gerar economia para aqueles que utilizam os ônibus municipais. As sete prefeituras da região oferecem isenção nas tarifas de transporte público municipal para esse grupo, com exceção de Ribeirão Pires e Diadema. Em ambas cidades, apenas rege a lei federal 10.741, conhecida também como o Estatuto do Idoso, cuja gratuidade é prevista para usuários com mais de 65 anos.

Além disso, os idosos também encontrarão outros serviços gratuitos em seus municípios, principalmente para aqueles que pretendem manter a saúde em dia com atividades físicas, e relaxar a mente com oficinas e cursos de lazer e culturais. E para tudo isso, é necessário que procurem os atendimentos aos munícipes dos Executivos municipais e peguem informações de como se increver para garantir os benefícios.

PASSAGEM - Em Rio Grande da Serra, o idoso deve buscar o Atendimento ao Munícipe da Prefeitura para pedir o benefício do transporte público municipal. É necessário apresentar o RG, CPF e o comprovante de residência para se credenciar na administração pública. Outro requisito é a foto 3x4.

Em Santo André, o benefício se estende a mais pessoas. Além dos moradores com mais de 60 anos, há isenção para aposentados por tempo de serviço, por invalidez e pensionistas e munícipes com deficiência que se enquadrem nos termos da legislação municipal.

Para pegar o ônibus de graça, o interessado deverá procurar a sede da Aesa (Associação das Empresas do Sistema de Transporte de Santo André). A entidade está na Avenida Industrial, 600, conjunto 1C, no terreno do Shopping Grand Plaza. O atendimento ocorre de segunda-feira a sexta-feira, entre as 8h e 18h.

Em São Bernardo, o benefício é para pessoas com 60 anos ou mais. Para isso, é necessário fazer o cadastro na Central de Atendimento Cartão Legal, localizada na Rua Marechal Deodoro, 769.

Para fazer a inscrição, o idoso deverá levar o RG, CPF, comprovante de residência em seu nome e com data recente e a certidão de casamento, caso o comprovante de residência esteja no nome do cônjuge.

No caso de Mauá, os moradores deverão procurar o Terminal Central Rodoviário do município para realizarem o cadastro. Todos com 60 anos ou mais têm direito de utilizarem o transporte público municipal gratuitamente.

Em São Caetano, menor município da região, a isenção da tarifa dos ônibus municipais também está disponível para aqueles com 60 anos ou mais. Neste caso, os interessados devem procurar o Atende Fácil, na rua Rua Major Carlos Del Prete, 651. É necessário a apresentação do RG e o comprovante de residência para solicitar a carteirinha.

O Estatuto do Idoso prevê a gratuidade para todos aqueles com 65 anos ou mais dos transportes públicos urbano municipais e intermunicipais. Dentro do Estado de São Paulo, os ônibus rodoviários intermunicipais são gratuitos para pessoas com 60 anos ou mais, por força da lei estadual Lei 15.179/2013.


LAZER - A maioria das prefeituras da região oferecem às pessoas com 60 anos ou mais programas com atividades físicas, cursos culturais e oficinas de lazer gratuitamente.

Santo André, por exemplo, mantém o Crisa (Centro de Referência do Idoso de Santo André), na Rua do Café, 32. O local concentra várias atividades como inclusão digital, ou seja, cursos de informática com conceitos básicos para que os idosos entendam melhor as novas tecnologias, e ainda cursos de dança e aulas de canto e um coral.

Para os mais atléticos, algumas das cidades têm aulas de vôlei adaptado, uma das variações do esporte com regras que facilitam a prática à melhor idade. Este é o caso de Ribeirão Pires e São Caetano.

Em São Bernardo, a partir de abril, a Prefeitura abrirá inscrições para cursos de pintura em tela, artesanato e dança de salão. No mês, também serão divulgados os locais onde acontecerão as atividades.


A administração pública de Mauá oferece caminhadas, aulas de yoga, lian gong, dança circular e artesanato. E Diadema possui o Centro de Convivência da Melhor Idade, com várias atividades e cursos para os idosos.

FACULDADE - Em São Caetano, não é necessário ser idoso para ter acesso aos benefícios. A cidade oferece várias atividades gratuitas paras os munícipes com mais de 50 anos. Este é o caso da Universidade Aberta para a Terceira Idade. No local, os estudantes terão aulas de qualidade de vida e atividade física, música e saúde, motivação, expressão verbal, administração e economia doméstica, informática básica e avançada, redes sociais, oficina de arte e cultura, redação, psicologia no curso da vida, inglês e espanhol.

Para participar das aulas, que ocorrem toda terça e quinta-feira, das 14h às 17h, no Campus Barcelona da USCS (Universidade Municipal de São Caetano), é necessário ser morador da cidade e ser associado a algum Cise (Centro Integrado de Saúde e Educação). As inscrições estão disponíveis nos Cises mediante a apresentação de RG, CPF e comprovante de residência. Não há requisitos de formação para cursar as aulas.

A Secretaria de Educação também disponibiliza cursos de inglês, espanhol, italiano, português, francês e alemão aos idosos de São Caetano. As informações sobre os cursos estão disponíveis nos Cises, porém será necessário esperar a abertura de vagas para a turma do segundo semestre, tendo em vista que as inscrições para o primeiro semestre se encerraram no dia 7.

LEI FEDERAL

Segundo o Estatuto do Idosos, lei federal 10.741, em seu artigo 23, a participação das pessoas com 65 anos ou mais em atividades culturais e de lazer “será proporcionada mediante descontos de pelo menos 50% nos ingressos para eventos artísticos, culturais, esportivos e de lazer, bem como o acesso preferencial aos respectivos locais”. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;