Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Cabelo curtinho, coração mais do que feliz!

André Henriques Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Você sabia que pode doar cabelo para fazer perucas e, assim, melhorar a autoestima de pessoas com câncer?


Marcela Munhoz
Do Diário do Grande ABC

10/02/2014 | 07:00


Está faltando pouco para tomar coragem e cortar o cabelo? Pois saiba que além de ficar na moda com um penteado fresquinho para o verão, os fios que iam para a lixeira do salão de beleza podem ser infinitamente mais bem aproveitados. Cabelo natural é a matéria-prima de perucas, muito procuradas por pessoas com câncer que querem esconder a carequinha durante a quimioterapia.

“Perder o cabelo é significativo por causa da doença. Quem usa peruca pode se sentir mais seguro e forte, porque – de acordo com sua percepção – não causa tanta estranheza nos outros”, explica a psiquiatra Carolina Marçal, coordenadora da Psico-Oncologia da Infância e Adolescência do Hospital A.C Camargo.

Beatriz dos Santos Valentim, 14 anos, de São Caetano (foto acima), viu como foi difícil para a sua mãe ter de cortar os cabelos durante a quimioterapia. “Presenciei todo o sofrimento dela, então quis doar o meu”, conta a garota, que já estava decidida a cortar curtinho depois que a atriz Jennifer Lawrence, de Jogos Vorazes, fez o mesmo. “Achei lindo, além disso, o cabelão me dava calor.”

Os 40 centímetros de cabelo da Beatriz já têm destino certo, de acordo com a cabeleireira Elaine da Silva. “Nós doamos para projeto que ajuda a reconstruir a imagem das mulheres com câncer.” Segundo ela, não é todo mundo que pode pagar por uma peruca de cabelo natural, que custa de R$ 350 a mais de R$ 2.500.

Foi pensando nessas pessoas carentes e como forma de agradecer por ter sido curada de câncer nas duas mamas, que Elizabeth Lomaski criou a ONG Rapunzel Solidária. Ela recebe cabelo de todo o Brasil pelo correio. “Faz tão pouco tempo que a ONG está no ar e já tivemos uma procura imensa. Não imaginava que isso ia acontecer. Fico muito feliz de ver, principalmente a nova geração tão sensibilizada com essas questões.”

Depois de acessar a página da ONG no Facebook e ler o livro A Culpa é das Estrelas (cujos protagonistas têm câncer), Maria Antônia Ramalho, 13, do Rio de Janeiro (foto acimatambém decidiu cortar seu cabelo. “Todo mundo adorou o resultado e eu também. É bem mais fácil de cuidar e fico feliz de poder ajudar alguém.”

Thaina Bonfá,16, de Rio Bananal, no Espírito Santo (foto acima) também não pensou duas vezes em cortar os fios ao conhecer a ONG Doe Seu Rabinho. "Porque não doar o que se tem demais para quem tem de menos?", diz a garota, que acredita que as perucas podem ajudar durante a quimioterapia. "Faz a diferença e ajuda a pessoa ter mais autoestima, a sorrir."

Meninas e meninos podem doar os cabelos, basta ser possível fazer um rabinho nele. Fios com tratamentos químicos – como luzes, mechas e tintura – também são aceitos. “Conseguimos aproveitar tudo”, diz Marina Santos, da RM Cabelos. As madeixas cortadas lá são doadas para a ONG Viva Melhor, de Santo André.

VOCÊ SABIA?
A quimioterapia ataca as células do câncer – que se dividem rápido. Porém, as células que dão origem ao cabelo têm a mesma característica e morrem. Após o tratamento, os fios crescem e podem nascer diferentes. A última notícia é que foi aprovado pela Anvisa remédio específico para câncer de mama que ataca o tumor, evitando a queda do cabelo!

Onde doar?
Se você ficou com vontade de oferecer suas madeixas, anote locais que recebem o cabelo. Antes de cortar, porém, peça autorização para seus pais e entre em contato com a ONG escolhida.

>Viva Melhor – O grupo fica em Santo André. Basta cortar os fios de acordo com as orientações corretas e levá-los à Rua 1º de Maio, 133, terceiro andar. Informações: 4433-3053 e www.grupovivamelhor.org.br.

>Rapunzel Solidária – As doações são enviadas ao Graac, que ajuda crianças e adolescentes carentes com câncer. Corte o cabelo, ajeite os fios em um saquinho e mande pelo correio. Informações: Rapunzel Solidária (Facebook).

>Banco de Perucas – Projeto da Fundação Laço Rosa. Embale e mande para Rua Desembargador Isidro, 18, sala 910, Tijuca, Rio de Janeiro, CEP: 20521-160. Informações: www.fundacaolacorosa.com.

>Doe seu Rabinho – O material deve ser enviado à Afeec (Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer) na Rua Alberto de Oliveira Santos, 42, sala 1816, Vitória-ES, CEP: 29010-901. Informações: Doe seu Rabinho (Facebook).

Elas também cortaram!

>JESSIE J. – A cantora se solidarizou com crianças e adolescentes com câncer, mas em vez de doar os fios, ela fez campanha para arrecadar dinheiro e ajudar a causa.

>MILEY CYRUS – Quando a cantora cortou as madeixas, muitos ficaram chocados. Mais do que mudar o visual, Miley doou os fios. O destino? Instituição que cuida de pessoas com câncer.

>HAILENE WOODLEY – A atriz, que interpreta Hazel em A Culpa é das Estrelas com estreia em 15 de agosto) aproveitou que precisava cortar os cabelos para gravar e doou os fios.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;