Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Poderoso fubá

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Camilla Feltrin
Especial para o Diário

05/08/2012 | 09:08


É comum encontrar estudos que relacionam o fubá ao combate à miséria extrema. Por ser relativamente barato e de alto valor calórico, o produto é muito utilizado no combate à anemia e à desnutrição.

Apesar de constar nessa cesta bastante básica, essa farinha obtida do milho tem possibilidades interessantes na gastronomia. De origem italiana, o produto tem a rusticidade como principal característica.

Um dos pratos mais tradicionais com o fubá é a polenta. A dica do chef Roberto Ravioli é que na hora de colocar os ingredientes do mingau que irá virar a polenta, também acrescentar algum caldo de carne, frango ou legumes. "Pense na polenta como um pão ou uma pizza que aceita sempre recheios ou cobertura", conta Ravioli.

O chef ainda destaca as propriedades culinárias da polenta e diz que ela é apenas uma base. "A sua simplicidade dá ênfase a todo e qualquer tipo de molho, como ragus a base de peixe, carnes, legumes e também queijos", exemplifica.

A fama da farinha de milho é a de ser altamente calórica e rica em carboidratos. A nutricionista Nathalia Todesco Fiori conta que o alimento é bastante utilizado em dietas para adultos e crianças que precisam ganhar peso.

"O fubá engorda dependendo da quantidade e frequência com que se consome, assim como qualquer outro alimento rico em carboidrato", explica.

Nathalia também recomenda o consumo com moderação para quem deseja perder peso, obesos e diabéticos, uma vez que o carboidrato vira açúcar e estimula o aumento da taxa de glicemia no organismo.

O ingrediente também é útil na hora de preparar empanados, tanto de peixe quanto de frango.

O fubá é constantemente utilizado na culinária da América Latina, como no caso das mexicanas tortillas e dos nachos.

BOLO DE FUBÁ COM ERVA-DOCE

chef Felipe Abrahão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ingredientes

165 g de açúcar

65 g de margarina

2 ovos

125 ml de leite

150 g de farinha

40 g de fubá

5 g de erva-doce

10 g fermento em pó

Modo de preparo

Coloque a margarina na batedeira e utilize batedor do tipo globo só para amolecer o ingrediente. Aos poucos, acrescente açúcar e bata na segunda velocidade.

Adicione um ovo de cada vez, leite e por último adicione a farinha de trigo misturada com fubá, o fermento em pó e a erva-doce.

Coloque a massa em uma fôrma untada com margarina e farinha, de forma que sobre três dedos para completar a fôrma. Leve para o forno pré-aquecido a 180°C por 30 minutos. Retire do forno e deixe esfriar. O bolo pode ser servido com manteiga ou com geleia fresca feita em casa com uma fruta ao seu gosto.

POLENTA CREMOSA ALLA TOSCANA

chef Roberto Ravióli

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ingredientes

Para polenta

7 xícaras (chá) de caldo de frango

1,5 xícara (chá) de fubá amarelo grosso

100 g de queijo parmesão ralado

sal a gosto

Para o molho

500 g de liguiça toscana (sem pele e gordura)

1/2 cebola média picada

1/2 dente de alho picado

2 colheres (sopa( de azeite de oliva

6 tomates maduros cortados em cubos (sem pele e sementes)

1 cálice de vinho chianti

1 colher (sopa) de salsa picada

Modo de preparo

Polenta

Ferva o caldo de frango, adicione o fubá, mexendo sempre com uma colher de pau de cabo longo de baixo para cima durante 45 minutos. Quando a ficar cozido finalize com o queijo parmesão.

Molho

Em uma panela untada com o azeite, refogue o alho e a cebola. Acrescente a linguiça e deixe tomar gosto. Coloque o vinho, os tomates e deixe cozinhar até atingir o ponto desejado. Finalize com a salsa picada.

Montagem do prato

Sirva a polenta em pratos individuais ou xícaras e coloque o ragu de linquiça sobre a mesma, sirva imediatamente.

NHOQUE DE POLENTA

chef Andrea Toscani

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ingredientes

Nhoque

500 ml de água

100 g de farinha de polenta

2 gemas de ovo

50 g de parmesão ralado

50 g de manteiga e sal a gosto

Guarnição

100 g de requeijão

100 g de molho bechamel

100 g de escarola

100 g de pancetta ou bacon

4 unidades de tomate rasteiro

1 dente de alho

azeite de oliva, sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Nhoque

Em uma panela, misture água, sal e manteiga até ferver e acrescente fubá. Após finalizar essa primeira etapa, com a polenta pronta, misture as gemas e metade do parmesão. Espalhe em uma fôrma e corte em formato tradicional de nhoque..

Guarnição

Aqueça o molho bechamel junto com o requeijão e espalhe no fundo de um prato. Tempere a escarola com azeite aromatizado, acrescente ao prato e coloque em cima os nhoques de polenta gratinados com parmesão. Junte a pancetta ou bacon frito e tomate. Por fim, polvilhe com queijo ralado.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Poderoso fubá

Camilla Feltrin
Especial para o Diário

05/08/2012 | 09:08


É comum encontrar estudos que relacionam o fubá ao combate à miséria extrema. Por ser relativamente barato e de alto valor calórico, o produto é muito utilizado no combate à anemia e à desnutrição.

Apesar de constar nessa cesta bastante básica, essa farinha obtida do milho tem possibilidades interessantes na gastronomia. De origem italiana, o produto tem a rusticidade como principal característica.

Um dos pratos mais tradicionais com o fubá é a polenta. A dica do chef Roberto Ravioli é que na hora de colocar os ingredientes do mingau que irá virar a polenta, também acrescentar algum caldo de carne, frango ou legumes. "Pense na polenta como um pão ou uma pizza que aceita sempre recheios ou cobertura", conta Ravioli.

O chef ainda destaca as propriedades culinárias da polenta e diz que ela é apenas uma base. "A sua simplicidade dá ênfase a todo e qualquer tipo de molho, como ragus a base de peixe, carnes, legumes e também queijos", exemplifica.

A fama da farinha de milho é a de ser altamente calórica e rica em carboidratos. A nutricionista Nathalia Todesco Fiori conta que o alimento é bastante utilizado em dietas para adultos e crianças que precisam ganhar peso.

"O fubá engorda dependendo da quantidade e frequência com que se consome, assim como qualquer outro alimento rico em carboidrato", explica.

Nathalia também recomenda o consumo com moderação para quem deseja perder peso, obesos e diabéticos, uma vez que o carboidrato vira açúcar e estimula o aumento da taxa de glicemia no organismo.

O ingrediente também é útil na hora de preparar empanados, tanto de peixe quanto de frango.

O fubá é constantemente utilizado na culinária da América Latina, como no caso das mexicanas tortillas e dos nachos.

BOLO DE FUBÁ COM ERVA-DOCE

chef Felipe Abrahão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ingredientes

165 g de açúcar

65 g de margarina

2 ovos

125 ml de leite

150 g de farinha

40 g de fubá

5 g de erva-doce

10 g fermento em pó

Modo de preparo

Coloque a margarina na batedeira e utilize batedor do tipo globo só para amolecer o ingrediente. Aos poucos, acrescente açúcar e bata na segunda velocidade.

Adicione um ovo de cada vez, leite e por último adicione a farinha de trigo misturada com fubá, o fermento em pó e a erva-doce.

Coloque a massa em uma fôrma untada com margarina e farinha, de forma que sobre três dedos para completar a fôrma. Leve para o forno pré-aquecido a 180°C por 30 minutos. Retire do forno e deixe esfriar. O bolo pode ser servido com manteiga ou com geleia fresca feita em casa com uma fruta ao seu gosto.

POLENTA CREMOSA ALLA TOSCANA

chef Roberto Ravióli

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ingredientes

Para polenta

7 xícaras (chá) de caldo de frango

1,5 xícara (chá) de fubá amarelo grosso

100 g de queijo parmesão ralado

sal a gosto

Para o molho

500 g de liguiça toscana (sem pele e gordura)

1/2 cebola média picada

1/2 dente de alho picado

2 colheres (sopa( de azeite de oliva

6 tomates maduros cortados em cubos (sem pele e sementes)

1 cálice de vinho chianti

1 colher (sopa) de salsa picada

Modo de preparo

Polenta

Ferva o caldo de frango, adicione o fubá, mexendo sempre com uma colher de pau de cabo longo de baixo para cima durante 45 minutos. Quando a ficar cozido finalize com o queijo parmesão.

Molho

Em uma panela untada com o azeite, refogue o alho e a cebola. Acrescente a linguiça e deixe tomar gosto. Coloque o vinho, os tomates e deixe cozinhar até atingir o ponto desejado. Finalize com a salsa picada.

Montagem do prato

Sirva a polenta em pratos individuais ou xícaras e coloque o ragu de linquiça sobre a mesma, sirva imediatamente.

NHOQUE DE POLENTA

chef Andrea Toscani

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ingredientes

Nhoque

500 ml de água

100 g de farinha de polenta

2 gemas de ovo

50 g de parmesão ralado

50 g de manteiga e sal a gosto

Guarnição

100 g de requeijão

100 g de molho bechamel

100 g de escarola

100 g de pancetta ou bacon

4 unidades de tomate rasteiro

1 dente de alho

azeite de oliva, sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Nhoque

Em uma panela, misture água, sal e manteiga até ferver e acrescente fubá. Após finalizar essa primeira etapa, com a polenta pronta, misture as gemas e metade do parmesão. Espalhe em uma fôrma e corte em formato tradicional de nhoque..

Guarnição

Aqueça o molho bechamel junto com o requeijão e espalhe no fundo de um prato. Tempere a escarola com azeite aromatizado, acrescente ao prato e coloque em cima os nhoques de polenta gratinados com parmesão. Junte a pancetta ou bacon frito e tomate. Por fim, polvilhe com queijo ralado.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;