Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Política energética vai criar mais empregos, diz Obama



29/01/2014 | 06:39


O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, não falou apenas nas questões econômicas e políticas em seu discurso sobre o Estado da União. Terrorismo, energia limpa, reforma da imigração e melhora da educação também foram tocados por Obama em suas declarações. "Nossa política energética vai criar mais empregos", disse ele.

Obama prometeu em vários momentos de seu discurso a criação de emprego. Além do setor energético, a construção civil, a indústria automobilística e sua cadeia produtiva e as pequenas empresas seriam uma forma de se aumentar a criação de postos de trabalho no país. O presidente também fez uma relação com a melhora da educação e do emprego. "Quando as pessoas têm emprego, elas conseguem educar melhor os filhos", afirmou. "Vamos fazer mais para ajudar os empreendedores e os pequenos negócios", acrescentou, citando também a necessidade de melhorar a educação para crianças.

Obama ressaltou ainda que os EUA estão mais próximos da autossuficiência energética e prometeu ainda terminar a reforma imigratória este ano. "Economistas independentes dizem que esta reforma vai crescer a economia e reduzir os déficits em quase US$ 1 trilhão nas próximas duas décadas", disse o presidente.

Um trecho de seu discurso foi dedicado a falar da melhora da energia do país em direção a fontes mais limpas, menos poluidoras. "A mudança climática é um fato. Estamos nos tornando líderes mundiais em energia solar", disse. "Nos últimos oito anos, os Estados Unidos reduziram o total de poluição com carbono mais do qualquer nação na terra."

Obama frisou ainda que as mulheres merecem condições iguais a dos homens. "Acredito que quando as mulheres são bem sucedidas, os Estados Unidos são bem sucedidos", afirmou. Obama disse ainda que pediu ao vice-presidente Joe Biden para conduzir uma reforma nacional nos programa de treinamento profissional, para garantir trabalhadores mais qualificados. (Altamiro Silva Júnior, correspondente - altamiro.junior@estadao.com)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Política energética vai criar mais empregos, diz Obama


29/01/2014 | 06:39


O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, não falou apenas nas questões econômicas e políticas em seu discurso sobre o Estado da União. Terrorismo, energia limpa, reforma da imigração e melhora da educação também foram tocados por Obama em suas declarações. "Nossa política energética vai criar mais empregos", disse ele.

Obama prometeu em vários momentos de seu discurso a criação de emprego. Além do setor energético, a construção civil, a indústria automobilística e sua cadeia produtiva e as pequenas empresas seriam uma forma de se aumentar a criação de postos de trabalho no país. O presidente também fez uma relação com a melhora da educação e do emprego. "Quando as pessoas têm emprego, elas conseguem educar melhor os filhos", afirmou. "Vamos fazer mais para ajudar os empreendedores e os pequenos negócios", acrescentou, citando também a necessidade de melhorar a educação para crianças.

Obama ressaltou ainda que os EUA estão mais próximos da autossuficiência energética e prometeu ainda terminar a reforma imigratória este ano. "Economistas independentes dizem que esta reforma vai crescer a economia e reduzir os déficits em quase US$ 1 trilhão nas próximas duas décadas", disse o presidente.

Um trecho de seu discurso foi dedicado a falar da melhora da energia do país em direção a fontes mais limpas, menos poluidoras. "A mudança climática é um fato. Estamos nos tornando líderes mundiais em energia solar", disse. "Nos últimos oito anos, os Estados Unidos reduziram o total de poluição com carbono mais do qualquer nação na terra."

Obama frisou ainda que as mulheres merecem condições iguais a dos homens. "Acredito que quando as mulheres são bem sucedidas, os Estados Unidos são bem sucedidos", afirmou. Obama disse ainda que pediu ao vice-presidente Joe Biden para conduzir uma reforma nacional nos programa de treinamento profissional, para garantir trabalhadores mais qualificados. (Altamiro Silva Júnior, correspondente - altamiro.junior@estadao.com)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;