Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Edital da Linha 18
será assinado hoje

Marina Brandão/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Pontapé inicial para Metrô do Grande ABC travou em
burocracia na União, que auxiliará obra de R$ 3,85 bi


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

29/01/2014 | 07:00


Com notas de empenho emitidas pela União, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) assina hoje, em evento no Palácio dos Bandeirantes, o edital para construção da Linha 18-Bronze (Tamanduateí-Djalma Dutra), que ligará o Grande ABC à rede metroviária da Capital.

A solenidade estava marcada para semana passada, mas foi adiada por burocracia do governo federal, que não encaminhou dentro do prazo os registros oficiais confirmando aporte do Palácio do Planalto para a obra – o Estado já havia garantido a verba. A presidente Dilma Rousseff (PT) destinará R$ 400 milhões da OGU (Orçamento Geral da União) para o empreendimento, estimado em R$ 3,85 bilhões.

“Pela primeira vez o Metrô sairá da Capital. Amanhã (hoje) será dia histórico para o Grande ABC”, afirmou Alckmin. “Será uma das obras mais importantes do País. E vamos lidar com esse desafio da Mobilidade Urbana em conjunto com o combate à poluição.”

A Linha 18-Bronze terá 15,7 quilômetros de extensão, com 13 estações. Partirá da Estação Tamanduateí, onde haverá baldeação com a Linha 2-Verde do Metrô, passará por São Caetano, Santo André e desembocará na Estação Djalma Dutra, no Centro de São Bernardo. Com modal de monotrilho, terá capacidade de transportar 314 mil passageiros por dia. “Será o maior monotrilho do mundo”, ressaltou Alckmin.

O edital deve ser publicado no Diário Oficial amanhã e, no dia 3 de abril, há previsão de abertura dos envelopes com propostas. O regime de contratação será por PPP (Parceria Público-Privada) e a empresa interessada precisará arcar com pelo menos metade do custo da obra – ou seja, R$ 1,925 bilhão. O vencedor será divulgado em maio, quando a intervenção será iniciada.

O governo estadual prevê investir R$ 1,932 bilhão na Linha 18-Bronze, contabilizando recursos diretos para obra e R$ 407 milhões em desapropriações. Desse montante, R$ 1,28 bilhão será de financiamento junto ao governo federal.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Edital da Linha 18
será assinado hoje

Pontapé inicial para Metrô do Grande ABC travou em
burocracia na União, que auxiliará obra de R$ 3,85 bi

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

29/01/2014 | 07:00


Com notas de empenho emitidas pela União, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) assina hoje, em evento no Palácio dos Bandeirantes, o edital para construção da Linha 18-Bronze (Tamanduateí-Djalma Dutra), que ligará o Grande ABC à rede metroviária da Capital.

A solenidade estava marcada para semana passada, mas foi adiada por burocracia do governo federal, que não encaminhou dentro do prazo os registros oficiais confirmando aporte do Palácio do Planalto para a obra – o Estado já havia garantido a verba. A presidente Dilma Rousseff (PT) destinará R$ 400 milhões da OGU (Orçamento Geral da União) para o empreendimento, estimado em R$ 3,85 bilhões.

“Pela primeira vez o Metrô sairá da Capital. Amanhã (hoje) será dia histórico para o Grande ABC”, afirmou Alckmin. “Será uma das obras mais importantes do País. E vamos lidar com esse desafio da Mobilidade Urbana em conjunto com o combate à poluição.”

A Linha 18-Bronze terá 15,7 quilômetros de extensão, com 13 estações. Partirá da Estação Tamanduateí, onde haverá baldeação com a Linha 2-Verde do Metrô, passará por São Caetano, Santo André e desembocará na Estação Djalma Dutra, no Centro de São Bernardo. Com modal de monotrilho, terá capacidade de transportar 314 mil passageiros por dia. “Será o maior monotrilho do mundo”, ressaltou Alckmin.

O edital deve ser publicado no Diário Oficial amanhã e, no dia 3 de abril, há previsão de abertura dos envelopes com propostas. O regime de contratação será por PPP (Parceria Público-Privada) e a empresa interessada precisará arcar com pelo menos metade do custo da obra – ou seja, R$ 1,925 bilhão. O vencedor será divulgado em maio, quando a intervenção será iniciada.

O governo estadual prevê investir R$ 1,932 bilhão na Linha 18-Bronze, contabilizando recursos diretos para obra e R$ 407 milhões em desapropriações. Desse montante, R$ 1,28 bilhão será de financiamento junto ao governo federal.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;