Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Por fluidez, Grana coloca Mobilidade junto à Sosp

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Paulinho Serra vai liderar projetos para alavancar
setor que estava acoplado em Segurança Pública


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

02/01/2014 | 07:00


Depois das manifestações populares, o governo do prefeito de Santo André, Carlos Grana (PT), alterou seu planejamento político e uma das prioridades se tornou a Mobilidade Urbana. O petista modificou o setor que, a partir de agora, encabeçará as atribuições da Sosp (Secretaria de Obras e Serviços Públicos), chefiada pelo ex-vereador Paulinho Serra (PSD). A mudança na estrutura foi formalizada no dia 21 com a publicação da lei no Diário Oficial do Município.

Paulinho sinalizou que prepara pacote de 200 microintervenções no prazo de dois anos. Entre os procedimentos da Pasta, está a implantação de ciclofaixa de lazer, fazendo a interligação de três parques (Pignatari, Central e Celso Daniel). São 15 quilômetros de via exclusiva aos domingos, nos moldes do programa realizado na cidade de São Paulo. Outra medida visa melhorar a fluidez, um dos principais gargalos da cidade: 110 ruas terão modificação para mão única durante o ano de 2014.

A área de trânsito é uma das mal avaliadas em Santo André. A cidade é rota central de interligação do Grande ABC. “As ações, como do Bilhete Único, também objetivam mudar a cultura. Estamos iniciando aos poucos a faixa exclusiva de ônibus, com meta de diminuir em 20% o tempo de viagem. Isso necessita de prazo para dar resultado”, alegou o secretário, complementando que a administração começará processo de sincronização semafórica no ano que vem.

Na prática, segundo Paulinho, não será só mudança de nomenclatura. “Essa decisão mostra que o prefeito está antenado, focando em medidas administrativas novas, modernas, dando resposta rápida para a população”, justificou Paulinho. Na estimativa do governo, a nova secretaria terá R$ 380 milhões de Orçamento. Desse total, R$ 80 milhões são referentes ao fundo de trânsito, que abrange multas, parte do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e licenciamento de carros.

Na execução, o secretário criará a gerência de projetos, que antes não existia na Pasta de Segurança Pública, área em que estava alocada Mobilidade Urbana. Funcionário de carreira, o arquiteto Pedro Ogawa ficará responsável pelo setor. Segundo Paulinho, essa inovação, aliada ao conjunto do Departamento de Engenharia de Tráfego, à Coordenação de Projetos, à SATrans e à Diretoria de Vias Públicas, vai agilizar o andamento dos projetos. “Todo esse controle interligado vai ajudar na melhoria das ações”, justificou.

O titular da Pasta jogou parte da responsabilidade da estagnação de obras viárias para a administração Aidan Ravin (PSB, 2009-2012) – no mandato do ex-petebista Paulinho atuava como parlamentar na Câmara. “Queremos fazer transformação. A cidade estava parada devido ao conceito antigo de gestão que era aplicado no município.”



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;