Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

BoJ mantém projeção de alta de 1,9% do CPI para 2015



31/10/2013 | 06:08


O Banco do Japão (BoJ) manteve a perspectiva que indica que a inflação vai continuar subindo nesta quinta-feira, sugerindo que seja pequena a possibilidade de uma ação na política monetária no curto prazo.

Em seu mais recente relatório semestral sobre o crescimento e o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês), os nove membros do conselho de política monetária do BOJ mantiveram a sua projeção de que o CPI vai subir 1,9% a partir de abril de 2015.

O BoJ atualizou a sua previsão para a inflação do ano fiscal atual que termina em março e para o crescimento do ano fiscal seguinte.

A inflação atraiu muita atenção porque as autoridades do BOJ tinham dito que iriam avaliar a aplicação de medidas de flexibilização adicionais se começassem a se sentir inseguros quanto a capacidade de cumprir a meta de atingir uma alta de 2% do CPI até o início de 2015.

O relatório ainda reforça a confiança do BOJ no programa de política do banco central. Mas a maioria dos economistas do setor privado dizem que depois de 15 anos de deflação, a "mentalidade deflacionária" já está enraizada entre os japoneses e que isso vai limitar a taxa de inflação do Japão em 1% apenas no ano fiscal de 2015.

Os conselheiros do BoJ esperam que o núcleo do CPI suba 0,7% neste ano fiscal, superior à sua previsão anterior de aumento de 0,6%. Para o próximo ano fiscal, o BC japonês espera um acréscimo de 1,3%.

Os membros do conselho da autoridade monetária japonesa esperam que a economia cresça 2,7% no ano fiscal de 2013. A previsão anterior indicava um produto interno bruto (PIB) de 2,8% para o mesmo período.

O BoJ elevou a sua projeção de crescimento para o ano fiscal de 2014 para 1,5%, de 1,3% na leitura anterior. O banco central manteve inalterada a sua previsão para crescimento do ano fiscal de 2015 em 1,5%.

Mais cedo, o conselho de nove membros manteve a sua política monetária inalterada e decidiu por unanimidade manter a sua política de aumentar a base monetária em 60 trilhões de ienes a 70 trilhões de ienes anualmente. Fonte: Dow Jones Newswires.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;