Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Por que é feriado de finados?

Reprodução Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prática de homenagear os mortos é antiga e cada religião tem a sua forma de fazer isso


Tauana Marin

27/10/2013 | 07:00


O Dia de Finados, em 2 de novembro, é marcado pelas homenagens para aqueles que já morreram. Uma das primeiras referências de celebração para os fiéis defuntos (como o dia também é chamado) aconteceu no primeiro século, quando os cristãos costumavam visitar os túmulos dos mártires (pessoas que morreram em nome da fé).

Segundo o catolicismo, o dia 2 foi escolhido para dar sequência ao dia 1º, Dia de Todos os Santos (e mártires). Essa tradição é concretizada de fato a partir do século 10, quando a Igreja dedicava um dia do ano para lembrar dos mortos, para os quais ninguém rezava. Desde então, levar flores ao cemitério, acender velas e rezar em memória de entes queridos são atos que fazem parte da tradição católica. Quem segue o cristianismo acredita que a morte não é o fim, mas o início de uma nova vida.

Cada doutrina religiosa ensina uma forma de lembrar com carinho de quem morreu. No budismo, por exemplo, são homenageados com procissão e música. No Japão, faz-se oferenda de arroz e algas. Há também quem não tenha o Dia de Finados no calendário. No judaísmo (que segue marcação própria), a vida daqueles que morreram deve ficar na lembrança. Os adventistas não reconhecem que a data esteja na Bíblia, portanto não cultuam esse dia.

Os mexicanos comemoram o Dia dos Mortos com festa - Nada de choro e melancolia. O Dia de Finados no México é sinônimo de alegria e muita comida. Os mexicanos brincam com a morte e transformam todos os símbolos tradicionalmente associados à ela (como caveiras, fantasmas, velas e cruzes) em motivo de riso e diversão. As manifestações populares acontecem em dois dias: 1º e 2 de novembro. A forma de celebrar a data é resultado de mistura de religião (catolicismo popular) com rituais de povos antigos.

Os mexicanos acreditam que, nesses dias, os mortos voltam à Terra e visitar seus parentes, por isso o motivo da alegria. Para recebê-los, as pessoas fazem grandes banquetes, com comidas que eram apreciadas pelas pessoas que morreram. Nos cemitérios, é possível encontraR muitas flores coloridas, sorrisos e música.

 

E MAIS ...

> A palavra finados vem do latim ‘finis’, que significa limite, fronteira, marco divisório.

> O ato de acender velas é sinônimo de eternidade. Muitos acreditam que a vida continua após a morte.

 

Quem perguntou? Patrick Lima Carvalho, 10 anos, de Santo André, ficou na dúvida sobre o motivo de ser feriado no Dia de Finados. “Nem sei por que ele existe”, conta o menino, que tem uma noção de que, nessa data, as pessoas fazem homenagens para quem morreu. “Eu perdi minha avó, mãe do meu pai, quando tinha 6 anos. Ás vezes penso nela e tenho saudades.”

 

** Consultoria do padre Gilvan Leite de Araújo, professor de Teologia da PUC-SP.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;