Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Após nova derrota, Dorival recusa entregar cargo



18/10/2013 | 08:02


A derrota para o Goiás, por 2 a 0, em Macaé, na noite desta quinta-feira, manteve o Vasco dentro da zona de rebaixamento do Brasileirão, no 18.º lugar. Apesar da segunda derrota seguida a da posição complicada na tabela, o técnico Dorival Júnior garante que não irá entregar o cargo.

"Eu não desanimo, não entrego os pontos de maneira nenhuma porque confio no que estou realizando. Peguei o elenco no meio da temporada, é natural termos problemas no meio da competição. Tivemos bons momentos, oscilamos um pouco, caímos demais em determinados jogos, mas acredito muito que o Vasco tenha forças para reagir", comentou Dorival, após o jogo.

O treinador diz saber, porém, que para reagir o Vasco precisa mostrar uma atitude diferente daquela vista nas últimas rodadas. "A gente depende única e exclusivamente das nossas forças. Precisamos de algo a mais e esse algo a mais tem que ser encontrado. Temos que ter consciência daquilo que representa o momento do Vasco e temos a consciência de que precisamos de algo a mais para sair dessa situação."

Dorival lembra que a postura do Vasco precisa mudar até mesmo dentro da partida, para não se repetir o que aconteceu em Macaé. "Temos que ter uma atitude diferente. Até 17 minutos de jogo, tínhamos outra postura. Não podemos nos dar ao luxo de cairmos tanto de rendimento."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após nova derrota, Dorival recusa entregar cargo


18/10/2013 | 08:02


A derrota para o Goiás, por 2 a 0, em Macaé, na noite desta quinta-feira, manteve o Vasco dentro da zona de rebaixamento do Brasileirão, no 18.º lugar. Apesar da segunda derrota seguida a da posição complicada na tabela, o técnico Dorival Júnior garante que não irá entregar o cargo.

"Eu não desanimo, não entrego os pontos de maneira nenhuma porque confio no que estou realizando. Peguei o elenco no meio da temporada, é natural termos problemas no meio da competição. Tivemos bons momentos, oscilamos um pouco, caímos demais em determinados jogos, mas acredito muito que o Vasco tenha forças para reagir", comentou Dorival, após o jogo.

O treinador diz saber, porém, que para reagir o Vasco precisa mostrar uma atitude diferente daquela vista nas últimas rodadas. "A gente depende única e exclusivamente das nossas forças. Precisamos de algo a mais e esse algo a mais tem que ser encontrado. Temos que ter consciência daquilo que representa o momento do Vasco e temos a consciência de que precisamos de algo a mais para sair dessa situação."

Dorival lembra que a postura do Vasco precisa mudar até mesmo dentro da partida, para não se repetir o que aconteceu em Macaé. "Temos que ter uma atitude diferente. Até 17 minutos de jogo, tínhamos outra postura. Não podemos nos dar ao luxo de cairmos tanto de rendimento."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;