Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Metalúrgicos aguardam proposta do G-10 e Estamparia


Pedro Souza
Do Diário do Grande ABC

26/09/2013 | 07:10


Os metalúrgicos de São Bernardo, Diadema, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra aguardam nova proposta das bancadas patronais dos grupos empresariais 10 (lâmpadas, equipamentos odontológicos, iluminação e material bélico) – que tem reunião para tentar um acordo marcada para amanhã –, e de Estamparia, que não possui encontro agendado.

Com exceção aos funcionários das montadoras, que já fecharam acordos individuais, a categoria possui nas sete cidades 72.267 trabalhadores empregados por companhias divididas em seis grupos patronais. Até ontem, o Grupo 2 (máquinas e eletrônicos), 3 (autopeças, forjaria e parafusos), 8 (trefilação, laminação de metais ferrosos, refrigeração, equipamentos ferroviários, esquadrias, construções metálicas, artefatos de ferro e rodoviários) e de Fundição tinham fechado acordo de reajuste de 8%.

Ainda faltam 17,5% dos trabalhadores fecharem acordo coletivo. As negociações seguem pela FEM-CUT/SP (Federação dos Sindicatos dos Metalúrgicos da Central Única dos Trabalhadores no Estado de São Paulo), que rejeitou na sexta-feira proposta do Grupo 10 de alta salarial total de 7,5%.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Metalúrgicos aguardam proposta do G-10 e Estamparia

Pedro Souza
Do Diário do Grande ABC

26/09/2013 | 07:10


Os metalúrgicos de São Bernardo, Diadema, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra aguardam nova proposta das bancadas patronais dos grupos empresariais 10 (lâmpadas, equipamentos odontológicos, iluminação e material bélico) – que tem reunião para tentar um acordo marcada para amanhã –, e de Estamparia, que não possui encontro agendado.

Com exceção aos funcionários das montadoras, que já fecharam acordos individuais, a categoria possui nas sete cidades 72.267 trabalhadores empregados por companhias divididas em seis grupos patronais. Até ontem, o Grupo 2 (máquinas e eletrônicos), 3 (autopeças, forjaria e parafusos), 8 (trefilação, laminação de metais ferrosos, refrigeração, equipamentos ferroviários, esquadrias, construções metálicas, artefatos de ferro e rodoviários) e de Fundição tinham fechado acordo de reajuste de 8%.

Ainda faltam 17,5% dos trabalhadores fecharem acordo coletivo. As negociações seguem pela FEM-CUT/SP (Federação dos Sindicatos dos Metalúrgicos da Central Única dos Trabalhadores no Estado de São Paulo), que rejeitou na sexta-feira proposta do Grupo 10 de alta salarial total de 7,5%.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;