Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Luiz Marinho admite que pode ser reeleito no 1° turno


Rogério Santos
Do Diário do Grande ABC

23/07/2012 | 07:04


O prefeito de São Bernardo Luiz Marinho (PT), admitiu ontem que pode ser reeleito no primeiro turno. Ao comentar a pesquisa publicada ontem pelo Diário, o petista disse que a margem de 46,5% nas intenções de voto era esperada.

"Tinha segurança que seria em torno disso pelo que fizemos e pela reação da população (ao governo). No decorrer da campanha, a tendência é melhorar", disse.

Com a margem apresentada pelo levantamento, Marinho venceria a eleição na primeira fase do pleito, já que, somados os votos válidos, quando não são computados os brancos e os nulos, o petista possui 58,9% de preferência.

Para o prefeito, a disputa eleitoral mostrará as ações feitas pela administração municipal que não chegam ao conhecimento da maioria da população. "Ao longo do mandato você não pode expor a imagem do prefeito, que fica escondida. A campanha é o momento de expô-la. Portanto acho que a tendência é melhorar os números que estão a nosso favor."

Além de despontar como favorito para a reeleição, a administração de Marinho é aprovada por 55,6% dos entrevistados, que consideram a gestão do petista ótima (15%) ou boa (40,6%).

A boa aprovação da gestão do petista se sustenta nas obras executadas na cidade, a maioria com aporte do governo federal.

Em 2011, São Bernardo recebeu 271,4 milhões do governo federal, 49% a mais do que os R$ 182 milhões liberados pela União em 2009. O Hospital Municipal de Clínicas, um dos principais projetos do prefeito, já recebeu R$ 108 milhões de recursos de Brasília.

A cidade também foi a única da região a acolher visita oficial da presidente Dilma Rousseff (PT), que participou da inauguração da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Alves Dias/Assunção, no dia 5 de julho, véspera do início da disputa eleitoral.

 

Marinho rechaçou que seu bom índice de aprovação popular tenha base exclusiva no despejo de verba federal no município e na boa relação com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). "Os maiores investimentos são (recursos) da cidade. Os que partem dos investimentos do governo federal são financiamentos."

Ao comentar o fato de São Bernardo ser a cidade do Grande ABC líder no repasse da União, ele foi enfático. "Competência. Foram os projetos (apresentados). É disso que se trata."

 

DISCURSO CAUTELOSO

Marinho participou de caminhada no Jardim Nazareth e no Conjunto Habitacional Três Marias. Apesar da vantagem apresentada pela pesquisa, fez discurso cauteloso aos correligionários, esses eufóricos com o resultado da favorável do estudo.

O chefe do Executivo lembrou o prefeito de Santo André pelo PT Celso Daniel (morto em 2002) para conter o clima de "já ganhou" dos petistas.

"O Celso Daniel dizia que o voto da vitória é o voto duvidoso. A nossa missão é buscar o voto duvidoso."

 

 

Para Alex, petista já atingiu teto eleitoral

Postulante ao Paço de São Bernardo pelo PPS, o deputado estadual Alex Manente minimizou a vantagem apresentada por seu principal adversário, o prefeito Luiz Marinho (PT) na pesquisa feita pelo Diário. O popular-socialista avaliou que o petista atingiu o teto e que a tendência é a oposição subir na preferência dos eleitores.

"A pesquisa mostrou que é plenamente possível ganhar (a eleição). Diferentemente do que eles (PT) propagaram, que seria uma eleição tranquila. O PT está com o resultado que obteve no fim do segundo turno da última eleição (2008). Não cresceram um ponto em quatro anos de governo", disse.

A polarização entre Marinho e Alex evidenciou que a eleição em São Bernardo será plebiscitária entre os que desejam a manutenção da gestão petista e aqueles que almejam mudança no comando da cidade.

Segundo o parlamentar, nas últimas eleições em São Bernardo, os candidatos à reeleição sempre tiveram 30% de diferença em relação aos adversários. "Quem não tem projeção de crescimento é quem está no poder. Nós temos uma avenida, ele (Marinho) tem uma rua sem saída."

Na pesquisa apresentada pelo Diário, o parlamentar aparece com 37,2%, maior índice de rejeição entre os eleitores. Para ele, o dado não é negativo. "O que eu tenho de rejeição é o que o Marinho tem consolidado. Os que não votam em mim votam nele", alegou.

De acordo com o levantamento, São Bernardo possui atualmente 10,1% de eleitores indecisos. É essa fatia do eleitorado que Alex espera angariar novos apoiadores ao seu projeto eleitoral.

"Eles têm a tendência de estar conosco porque já tiveram a oportunidade de estar com eles (PT). Todos sabem quem é o candidato à reeleição e a nossa candidatura começa a tomar corpo agora", argumentou.

 

ESTRATÉGIA MANTIDA

Alex Manente adotou um ritmo intenso de campanha desde o início da eleição, mantendo a agenda mesmo nos dias de chuva. O deputado afirmou que resultado da pesquisa não mudará sua estratégia eleitoral. "Temos um índice significativo para um começo de eleição. A nossa rotina continua a mesma", sentenciou.

 

Ademir, Aldo e Lígia almejam crescimento

Os candidatos à Prefeitura de São Bernardo Aldo Santos (Psol), Ademir Silvestre (PSC) e Lígia Gomes (PSTU) vislumbram aumentar a margem de intenção de voto na cidade após avaliarem a pesquisa eleitoral divulgada ontem pelo Diário.

Segundo o questionário, os três aparecem empatados tecnicamente - Aldo tem 1,4%, Ademir, 1,1% e Lígia, 1%. A meta dos três é atrair a lembrança dos eleitores gradativamente.

" Comecei a utilizar material de campanha no sábado, mas esperava estar melhor colocado. Agora vou trabalhar um pouco mais", reconheceu Ademir Silvestre.

O social-cristão é o segundo na lista de rejeição no eleitorado, com 36,9%. Disse que a posição decorre de ser terceira via em São Bernardo. "Isso é natural porque sou contra o PT e essa pseudo-oposição que existe na cidade (liderada pelo deputado Alex Manente, PPS)."

Disputando a eleição para prefeito pela segunda vez, Aldo Santos considerou que a campanha está no início e que a tendência é de crescimento. O socialista criticou as campanhas de Alex e do prefeito Luiz Marinho (PT). "São candidatos com muito recurso financeiro que estão fazendo a campanha com base no marketing, mas fugindo dos debate de ideias."

Única mulher prefeiturável de São Bernardo, Lígia Gomes se mostrou feliz com o percentual de votos registrado. "Para um começo de campanha está muito bom. Ainda não sou conhecida para uma parcela do eleitorado. Isso nos motiva a continuar trabalhando."

Para fortalecer sua candidatura, Lígia pretende intensificar as ações de panfletagem nas portas das fábricas e divulgação no boca a boca por meio dos militantes de esquerda.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;