Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Democratas americanos denunciam repasse suspeito no Iraque


Da AFP

21/06/2005 | 19:15


A oposição democrata dos Estados Unidos denunciou nesta terça-feira uma série de irregularidades na gestão dos fundos destinados à reconstrução iraquiana antes da transferência da soberania ao país há um ano, exigindo investigações complementares a respeito da utilização de mais de US$ 19 bilhões.

Um artigo publicado pela representante Henry Waxman, com base nos documentos do Federal Reserve (Banco Central americano) e do Departamento da Defesa, revela que os Estados Unidos transferiram para o Iraque "cerca de 12 bilhões em divisas americanas entre maio de 2003 e junho de 2004", sendo "cerca de cinco bilhões" nas seis semanas que precederam a transferência da soberania, no dia 28 de junho de 2004.

Toneladas de notas foram levadas para o Iraque, o maior carregamento em espécie que já deixou o Federal Reserve. A quantia de US$ 2,4 bilhões foi levada para o Iraque na semana que precedeu a transição iraquiana.

Tais revelações retomam parcialmente as informações já fornecidas em janeiro, e depois, em maio, nos relatórios oficiais, mas elas destacam circunstâncias problemáticas, questionando a responsabilidade dos representantes americanos no Iraque.

Com isso, segundo Waxman, "mais de US$ 600 milhões foram fornecidos a oficiais e outros representantes americanos para financiar projetos locais de reconstrução, mas um auditoria parcial revela que não há vestígios de mais de 80% das remessas, e de mais de US$ 7 milhões em espécie que simplesmente desapareceram".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Democratas americanos denunciam repasse suspeito no Iraque

Da AFP

21/06/2005 | 19:15


A oposição democrata dos Estados Unidos denunciou nesta terça-feira uma série de irregularidades na gestão dos fundos destinados à reconstrução iraquiana antes da transferência da soberania ao país há um ano, exigindo investigações complementares a respeito da utilização de mais de US$ 19 bilhões.

Um artigo publicado pela representante Henry Waxman, com base nos documentos do Federal Reserve (Banco Central americano) e do Departamento da Defesa, revela que os Estados Unidos transferiram para o Iraque "cerca de 12 bilhões em divisas americanas entre maio de 2003 e junho de 2004", sendo "cerca de cinco bilhões" nas seis semanas que precederam a transferência da soberania, no dia 28 de junho de 2004.

Toneladas de notas foram levadas para o Iraque, o maior carregamento em espécie que já deixou o Federal Reserve. A quantia de US$ 2,4 bilhões foi levada para o Iraque na semana que precedeu a transição iraquiana.

Tais revelações retomam parcialmente as informações já fornecidas em janeiro, e depois, em maio, nos relatórios oficiais, mas elas destacam circunstâncias problemáticas, questionando a responsabilidade dos representantes americanos no Iraque.

Com isso, segundo Waxman, "mais de US$ 600 milhões foram fornecidos a oficiais e outros representantes americanos para financiar projetos locais de reconstrução, mas um auditoria parcial revela que não há vestígios de mais de 80% das remessas, e de mais de US$ 7 milhões em espécie que simplesmente desapareceram".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;