Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Fuso horário

O recesso legislativo em Santo André ainda não terminou. Pelo menos para o líder do governo na Câmara, Marcelo Chehade


Do Diário do Grande ABC

05/08/2009 | 00:00


O recesso legislativo em Santo André ainda não terminou. Pelo menos para o líder do governo na Câmara, Marcelo Chehade (PSDB), que ontem não deu as caras na primeira sessão do semestre. Aliás, não foi apenas ele. O gabinete do tucano ficou fechado durante toda a tarde de ontem, em pleno expediente. A base aliada não entendeu nada. Nos bastidores, o comentário era de que Chehade havia esticado viagem que fez à Europa. Ainda bem - para o vereador - que a sessão de ontem não foi das mais quentes, sem a necessidade de uma defesa veemente da administração em projetos polêmicos, como ocorreu várias vezes durante o primeiro semestre. Mas, do jeito que vai a relação entre situação e oposição, é melhor o parlamentar voltar rapidinho do passeio e começar a bater cartão...

Bastidores

Como assim?
Quem se informou apenas pelo site da Prefeitura de São Bernardo teve a falsa impressão de que o prefeito Luiz Marinho (PT) participou ativamente do encontro, na segunda-feira pela manhã, com o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Alckmin (PSDB), para tratar da criação do parque tecnológico na região. Mas a foto contradiz a informação, já que mostra os seis prefeitos da região, ao lado de Alckmin, menos Marinho, que saiu, de forma deselegante, assim que o ex-governador chegou ao Consórcio Intermunicipal do Grande ABC.

Erro de geografia
O vice-presidente da Câmara de Santo André, Luiz Carlos Pinheiro, o Pinheirinho (DEM), anda um pouco atrapalhado em termos de geografia. Empolgado para falar sobre as antigas pandemias, confundiu gripe espanhola com italiana. Ninguém entendeu nada.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;