Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Já é difícil com cartaz; sem, então...

Tucano identificou nos últimos dois dias pelo menos 80 placas e 30 faixas destruídas com seu nome


Do Diário do Grande ABC

18/08/2010 | 00:00


Se já é difícil fazer campanha eleitoral quando se consegue recursos para fazer algum tipo de publicidade, como cartazes e faixas, imagine quando as peças são destruídas... Foi justamente o que aconteceu com o deputado estadual Orlando Morando (PSDB-São Bernardo), que disputa a reeleição. O tucano identificou nos últimos dois dias pelo menos 80 placas e 30 faixas destruídas com seu nome e número espalhados por São Bernardo, entre eles as instaladas na estrada Galvão Bueno e na Rua José João Santana. O candidato, que chegou a fazer boletim de ocorrência, ainda contabiliza o prejuízo. "É não é só financeiro: é prejuízo de trabalho e de tempo". Morando diz não ter dúvida ter sido vítima de armação de adversários. "Sei que isso foi encomendado, só não descobri por quem. Atitude desse tipo é totalmente antidemocrática". Mas ele ainda conseguiu ver algo de positivo no episódio: "É sinal de que estão preocupados."

Figurinhas carimbadas
No badalado primeiro dia de propaganda eleitoral gratuita, ontem, dois políticos da região, que saem a deputado federal, conseguiram se destacar, diante tantos que apareceram na telinha: o vereador de Mauá Ivan Gomes, o Batoré (PP) e o vice-prefeito de São Bernardo, Frank Aguiar (PTB). Batoré apareceu entre duas inserções de Paulo Maluf (PP) e usou seu tradicional bordão dos tempos de A Praça é Nossa: "Ah, para, ôh!" Já Frank falou seu número ao som de um forró e no fim, fez jus ao apelido de Cãozinho dos Teclado e lascou o famoso gritinho.

Primeiro QG tucano
Coube ao prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PTB), um dos políticos da região mais próximos ao tucanato, a tarefa de abrir o primeiro comitê do Grande ABC destinado às campanhas tucanas de Geraldo Alckmin ao governo do Estado e José Serra à presidente. O espaço, que fica na Avenida Goiás, foi inaugurado na semana passada e será custeado pelo grupo político de Auricchio na cidade. Nos próximos dias, será a vez do lançamento do comitê central dos tucanos na região, que será instalado em Santo André.

Mas agora?
Por essa o prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), não esperava. Quase dois anos após ter vencido a eleição municipal, com o apoio do presidente Lula, o petista terá de mexer no bolso. É que ontem o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu manter multa de R$ 5.320 por propaganda irregular, ainda quando era candidato, por conta de uma faixa instalada em um bem particular. Na ocasião, a medida feriu legislação municipal que restringe publicidade eleitoral. Hoje, Marinho defende a aplicação da lei e não permitirá descumprimento de candidato. Os tempos mudam...



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;