Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Hong Kong prepara protesto contra governo



01/07/2013 | 01:48


Milhares de cidadãos de Hong Kong devem ir às ruas nesta segunda-feira em um protesto pela renúncia do governo local. A manifestação tem como objetivo buscar um sistema mais democrático pela região e mostrar a indignação do povo contra o líder Leung Chun-ying, que tem sido marcado por uma série de polêmicas desde que assumiu o cargo há um ano.

O grupo que está organizando a marcha, Frente de Direitos Humanos, espera que 100 mil pessoas participem do protesto. Um dos membros do grupo, Andrew Shum disse que "várias pessoas se sentem muito irritadas" e têm aguardado tempo demais para conseguir escolher seu líder.

O líder da região, Leung Chun-ying, não foi eleito para o cago. Em vez disso, ele foi escolhido por uma comissão de grupos de elite a favor de Pequim. As tensões entre Hong Kong e a China continental têm crescido por 16 anos desde que a cidade deixou de ser uma colônia britânica e voltou para controle de Pequim. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Hong Kong prepara protesto contra governo


01/07/2013 | 01:48


Milhares de cidadãos de Hong Kong devem ir às ruas nesta segunda-feira em um protesto pela renúncia do governo local. A manifestação tem como objetivo buscar um sistema mais democrático pela região e mostrar a indignação do povo contra o líder Leung Chun-ying, que tem sido marcado por uma série de polêmicas desde que assumiu o cargo há um ano.

O grupo que está organizando a marcha, Frente de Direitos Humanos, espera que 100 mil pessoas participem do protesto. Um dos membros do grupo, Andrew Shum disse que "várias pessoas se sentem muito irritadas" e têm aguardado tempo demais para conseguir escolher seu líder.

O líder da região, Leung Chun-ying, não foi eleito para o cago. Em vez disso, ele foi escolhido por uma comissão de grupos de elite a favor de Pequim. As tensões entre Hong Kong e a China continental têm crescido por 16 anos desde que a cidade deixou de ser uma colônia britânica e voltou para controle de Pequim. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;