Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 6 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Azulão desafia
Oeste em jogo
inédito pela Série B

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Azulão não supera rival há três anos e busca vitória para ficar longe da zona de rebaixamento


Marco Borba
Do Diário do Grande ABC

11/06/2013 | 07:00


O São Caetano enfrenta o Oeste às 19h30, em jogo inédito pela Série B do Campeonato Brasileiro – a equipe do Interior conquistou o acesso em 2012 – com a dura missão de encerrar jejum de três anos sem vitórias sobre o adversário. A intenção do Azulão é para manter-se fora da zona de rebaixamento durante a parada no torneio para as disputas da Copa das Confederações, que começa sábado e termina dia 30.

O último triunfo do São Caetano sobre o Oeste se deu em abril de 2010, em partida do Paulistão. Os enfrentamentos começaram em 2004, mas só voltaram a se repetir em 2009 porque no período o Rubro-Negro participou de competições intermediárias do Estadual.

O histórico de confrontos aponta para o equilíbrio, com duas vitórias para cada lado e quatro empates.
O zagueiro Douglas Grolli dá ideia da importância do jogo. “A vitória diminui a pressão, nos garante fora da zona de rebaixamento e mantém a confiança para a sequência no campeonato após a Copa das Confederações”, disse o jogador, para quem a parada de 15 dias para o torneio da Fifa será boa para o técnico Marcelo Veiga fazer ajustes na equipe.

Segundo Grolli, falta sequência de partidas com a mesma formação para que o Azulão embale na Série B. “Com a repetição da equipe nos jogos, a tendência é aumentar o entrosamento. Acho que para engrenar falta a gente criar e caprichar mais nas finalizações.”

O São Caetano não contará com o atacante Danielzinho e o zagueiro Luiz Eduardo (leia abaixo), machucados. A equipe de Itápolis terá quatro desfalques.

Suspeita de lesão afasta Danielzinho do Azulão

Danielzinho e Rivaldo serão submetidos a exame de ressonância hoje para saberem que tipo de lesão tiveram no joelho direito.

O atacante torceu o joelho na partida de sábado contra o Bragantino. Há a suspeita de lesão nos ligamentos. Rival sente incômodos desde o fim da intertemporada, em Águas de Lindóia, e nos últimos dias vinha fazendo apenas fisioterapia. Caso as lesões se confirmem, os dois terão de passar por cirurgia.

O zagueiro Luiz Eduardo, que torceu o tornozelo esquerdo contra a Chapecoense, também segue fora.
Danielzinho chegou ao Azulão por empréstimo em 2012 e depois teve parte dos direitos adquiridos.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Azulão desafia
Oeste em jogo
inédito pela Série B

Azulão não supera rival há três anos e busca vitória para ficar longe da zona de rebaixamento

Marco Borba
Do Diário do Grande ABC

11/06/2013 | 07:00


O São Caetano enfrenta o Oeste às 19h30, em jogo inédito pela Série B do Campeonato Brasileiro – a equipe do Interior conquistou o acesso em 2012 – com a dura missão de encerrar jejum de três anos sem vitórias sobre o adversário. A intenção do Azulão é para manter-se fora da zona de rebaixamento durante a parada no torneio para as disputas da Copa das Confederações, que começa sábado e termina dia 30.

O último triunfo do São Caetano sobre o Oeste se deu em abril de 2010, em partida do Paulistão. Os enfrentamentos começaram em 2004, mas só voltaram a se repetir em 2009 porque no período o Rubro-Negro participou de competições intermediárias do Estadual.

O histórico de confrontos aponta para o equilíbrio, com duas vitórias para cada lado e quatro empates.
O zagueiro Douglas Grolli dá ideia da importância do jogo. “A vitória diminui a pressão, nos garante fora da zona de rebaixamento e mantém a confiança para a sequência no campeonato após a Copa das Confederações”, disse o jogador, para quem a parada de 15 dias para o torneio da Fifa será boa para o técnico Marcelo Veiga fazer ajustes na equipe.

Segundo Grolli, falta sequência de partidas com a mesma formação para que o Azulão embale na Série B. “Com a repetição da equipe nos jogos, a tendência é aumentar o entrosamento. Acho que para engrenar falta a gente criar e caprichar mais nas finalizações.”

O São Caetano não contará com o atacante Danielzinho e o zagueiro Luiz Eduardo (leia abaixo), machucados. A equipe de Itápolis terá quatro desfalques.

Suspeita de lesão afasta Danielzinho do Azulão

Danielzinho e Rivaldo serão submetidos a exame de ressonância hoje para saberem que tipo de lesão tiveram no joelho direito.

O atacante torceu o joelho na partida de sábado contra o Bragantino. Há a suspeita de lesão nos ligamentos. Rival sente incômodos desde o fim da intertemporada, em Águas de Lindóia, e nos últimos dias vinha fazendo apenas fisioterapia. Caso as lesões se confirmem, os dois terão de passar por cirurgia.

O zagueiro Luiz Eduardo, que torceu o tornozelo esquerdo contra a Chapecoense, também segue fora.
Danielzinho chegou ao Azulão por empréstimo em 2012 e depois teve parte dos direitos adquiridos.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;