Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Dia D contra
paralisia infantil
terá 190 postos

Andréa Iseki/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Além das unidades de Saúde, vacina estará disponível em escolas, supermercados, igrejas e shopping


Thaís Moraes
Do Diário

07/06/2013 | 07:00


Durante o dia ‘D’ da 34ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, realizada amanhã em todo território nacional, 190 postos de vacinação estarão abertos das 8h às 17h no Grande ABC para imunizar crianças de 6 meses a menores de 5 anos. A meta da Secretaria de Estado da Saúde é vacinar 95% da população-alvo, número correspondente a 146.205 crianças.

A novidade deste ano em relação à campanha é a idade mínima para imunização. Até ano passado, pequenos de zero a 5 cinco recebiam as duas gotinhas. A partir deste ano a vacinação será dada apenas em crianças acima de 6 meses.

“Houve essa mudança porque o Brasil está há mais de 20 anos sem nenhum caso de poliomielite. De agora em diante, as duas primeiras doses, aplicadas aos 2 meses e aos 4 meses de idade devem ser injetáveis. A terceira aplicação, em forma de gotinhas, deverá ocorrer aos 6 meses. O primeiro reforço será realizado com 1 ano, e o segundo, entre 4 e 6 anos”, explica a diretora de Imunização da Secretaria do Estado da Saúde, Helena Sato.

A poliomielite, conhecida como paralisia infantil, é causada pelo poliovírus (sorotipos 1, 2 e 3), transmitido por água e alimentos contaminados e que se multiplica no intestino, podendo alcançar a corrente sanguínea e atingir o cérebro. Chegando no sistema nervoso central, destrói os neurônios motores e provoca a paralisação em um dos membros inferiores.

LOCAIS

Em Santo André, estarão abertos para vacinar a criançada 33 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e mais oito postos volantes: cinco supermercados (Nagumo, Coop Capuava, Coop e Extra Vila Luzita e Carrefour Pedro Américo), Núcleo dos Ciganos, Paróquia Nossa Senhora do Rosário e a Escola Municipal Infantil do Parque Andreense.

São Bernardo estará com 31 UBSs e 28 outros locais, como supermercados, escolas de Educação Básica e igrejas disponíveis para aplicação das famosas gotinhas. Já São Caetano disponibilizará nove UBSs, três centros de Saúde e uma unidade de Saúde da criança e do adolescente. Diadema aplicará as doses nas 20 UBSs.

Em Mauá serão 36 locais fixos na vacinação contra a paralisia infantil: 23 UBSs, escolas das redes estadual e municipal, entidades, dois supermercados (Coop e Zaíra) e no Shopping Plaza Mauá. Outros seis postos volantes estarão disponíveis e percorrerão ruas de difícil acesso dos bairros Vila Magini, Jardim Zaíra, Santista, Capiburgo e Itaússu.

Ribeirão Pires colocará à disposição dos pais cinco UBSs, quatro USFs (Unidades de Saúde da Família), quatro escolas municipais (Neusa Luz Sanches, Angelina Denadai Bertoldo, Antônio Lacerda Bacellar e Yoshihiko Narita), além do supermercado Coop e da Praça Central. Já Rio Grande da Serra abrirá as portas de uma UBS, quatro USFs, do Caism (Centro de Atendimento à Mulher e à Infância) e dos Espaços de Atendimento Prevenção e Ações de Saúde Sítio Maria Joana e Vila João. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dia D contra
paralisia infantil
terá 190 postos

Além das unidades de Saúde, vacina estará disponível em escolas, supermercados, igrejas e shopping

Thaís Moraes
Do Diário

07/06/2013 | 07:00


Durante o dia ‘D’ da 34ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, realizada amanhã em todo território nacional, 190 postos de vacinação estarão abertos das 8h às 17h no Grande ABC para imunizar crianças de 6 meses a menores de 5 anos. A meta da Secretaria de Estado da Saúde é vacinar 95% da população-alvo, número correspondente a 146.205 crianças.

A novidade deste ano em relação à campanha é a idade mínima para imunização. Até ano passado, pequenos de zero a 5 cinco recebiam as duas gotinhas. A partir deste ano a vacinação será dada apenas em crianças acima de 6 meses.

“Houve essa mudança porque o Brasil está há mais de 20 anos sem nenhum caso de poliomielite. De agora em diante, as duas primeiras doses, aplicadas aos 2 meses e aos 4 meses de idade devem ser injetáveis. A terceira aplicação, em forma de gotinhas, deverá ocorrer aos 6 meses. O primeiro reforço será realizado com 1 ano, e o segundo, entre 4 e 6 anos”, explica a diretora de Imunização da Secretaria do Estado da Saúde, Helena Sato.

A poliomielite, conhecida como paralisia infantil, é causada pelo poliovírus (sorotipos 1, 2 e 3), transmitido por água e alimentos contaminados e que se multiplica no intestino, podendo alcançar a corrente sanguínea e atingir o cérebro. Chegando no sistema nervoso central, destrói os neurônios motores e provoca a paralisação em um dos membros inferiores.

LOCAIS

Em Santo André, estarão abertos para vacinar a criançada 33 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e mais oito postos volantes: cinco supermercados (Nagumo, Coop Capuava, Coop e Extra Vila Luzita e Carrefour Pedro Américo), Núcleo dos Ciganos, Paróquia Nossa Senhora do Rosário e a Escola Municipal Infantil do Parque Andreense.

São Bernardo estará com 31 UBSs e 28 outros locais, como supermercados, escolas de Educação Básica e igrejas disponíveis para aplicação das famosas gotinhas. Já São Caetano disponibilizará nove UBSs, três centros de Saúde e uma unidade de Saúde da criança e do adolescente. Diadema aplicará as doses nas 20 UBSs.

Em Mauá serão 36 locais fixos na vacinação contra a paralisia infantil: 23 UBSs, escolas das redes estadual e municipal, entidades, dois supermercados (Coop e Zaíra) e no Shopping Plaza Mauá. Outros seis postos volantes estarão disponíveis e percorrerão ruas de difícil acesso dos bairros Vila Magini, Jardim Zaíra, Santista, Capiburgo e Itaússu.

Ribeirão Pires colocará à disposição dos pais cinco UBSs, quatro USFs (Unidades de Saúde da Família), quatro escolas municipais (Neusa Luz Sanches, Angelina Denadai Bertoldo, Antônio Lacerda Bacellar e Yoshihiko Narita), além do supermercado Coop e da Praça Central. Já Rio Grande da Serra abrirá as portas de uma UBS, quatro USFs, do Caism (Centro de Atendimento à Mulher e à Infância) e dos Espaços de Atendimento Prevenção e Ações de Saúde Sítio Maria Joana e Vila João. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;