Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Moradores tentam
impedir reabertura
de acesso à Lions

Andréa Iseki/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Saída por trás da Termomecânica será reativada em agosto pela Prefeitura de São Bernardo


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

01/06/2013 | 07:00


Moradores da Rua 24 de Maio, no Rudge Ramos, em São Bernardo, tentam impedir a reabertura de acesso para a Lions na via que passa atrás da empresa Termomecânica. Para eles, a alternativa para desafogar o trânsito na Avenida Caminho do Mar e prevista pela Prefeitura para entrar em operação a partir de agosto prejudicaria o bairro residencial.

O fechamento da passagem ocorreu há pouco mais de um ano, após inauguração da Nova Lions. Por cerca de dez anos, a via residencial foi utilizada por carros e até por caminhões que tinham acesso liberado ao anel viário sentido Diadema. Para a população da Rua 24 de Maio, a interdição foi fundamental para que a traquilidade voltasse a reinar por ali.

Além do excesso de poluição e barulho, rachaduras e afundamento nas vias são apontados pelos moradores como principais problemas. “A Prefeitura não pode simplesmente jogar o trânsito de uma avenida para uma rua residencial. Nos horários de pico o pessoal não consegue nem tirar os carros da garagem”, explica a empresária Tânia Teresa Borali, 51 anos, moradora da Rua 24 de Maio desde 2006.

Outra dificuldade, apontada pela autônoma Marizilda Garcia Pareja, 53, é a desvalorização e dificuldade para a venda dos imóveis. “Estava com a casa vendida e o comprador desistiu após saber que o acesso seria reaberto”, lamenta. Segundo ela, o aumento do fluxo de veículos colabora para a ocorrência de acidentes.

Caso a mudança viária seja mantida, os moradores prometem organizar manifestação. A Prefeitura, por sua vez, esclareceu que agendará reuniões com moradores do bairro para esclarecer as alterações.

Alternativa

A mudança viária estava prevista para ocorrer em setembro, mas foi adiada para agosto. Em sua justificativa, a Prefeitura diz que a medida é alternativa para corrigir gargalo observado na Avenida Lions no sentido Diadema. Nos horários de pico, agentes de trânsito interditam parcialmente a faixa da direita da via, após a saída da Avenida Caminho do Mar, com o objetivo de facilitar o acesso e evitar colisões laterais. A ação, no entanto, provocou o excesso de veículos na Caminho do Mar e tumultuou o trânsito.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Moradores tentam
impedir reabertura
de acesso à Lions

Saída por trás da Termomecânica será reativada em agosto pela Prefeitura de São Bernardo

Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

01/06/2013 | 07:00


Moradores da Rua 24 de Maio, no Rudge Ramos, em São Bernardo, tentam impedir a reabertura de acesso para a Lions na via que passa atrás da empresa Termomecânica. Para eles, a alternativa para desafogar o trânsito na Avenida Caminho do Mar e prevista pela Prefeitura para entrar em operação a partir de agosto prejudicaria o bairro residencial.

O fechamento da passagem ocorreu há pouco mais de um ano, após inauguração da Nova Lions. Por cerca de dez anos, a via residencial foi utilizada por carros e até por caminhões que tinham acesso liberado ao anel viário sentido Diadema. Para a população da Rua 24 de Maio, a interdição foi fundamental para que a traquilidade voltasse a reinar por ali.

Além do excesso de poluição e barulho, rachaduras e afundamento nas vias são apontados pelos moradores como principais problemas. “A Prefeitura não pode simplesmente jogar o trânsito de uma avenida para uma rua residencial. Nos horários de pico o pessoal não consegue nem tirar os carros da garagem”, explica a empresária Tânia Teresa Borali, 51 anos, moradora da Rua 24 de Maio desde 2006.

Outra dificuldade, apontada pela autônoma Marizilda Garcia Pareja, 53, é a desvalorização e dificuldade para a venda dos imóveis. “Estava com a casa vendida e o comprador desistiu após saber que o acesso seria reaberto”, lamenta. Segundo ela, o aumento do fluxo de veículos colabora para a ocorrência de acidentes.

Caso a mudança viária seja mantida, os moradores prometem organizar manifestação. A Prefeitura, por sua vez, esclareceu que agendará reuniões com moradores do bairro para esclarecer as alterações.

Alternativa

A mudança viária estava prevista para ocorrer em setembro, mas foi adiada para agosto. Em sua justificativa, a Prefeitura diz que a medida é alternativa para corrigir gargalo observado na Avenida Lions no sentido Diadema. Nos horários de pico, agentes de trânsito interditam parcialmente a faixa da direita da via, após a saída da Avenida Caminho do Mar, com o objetivo de facilitar o acesso e evitar colisões laterais. A ação, no entanto, provocou o excesso de veículos na Caminho do Mar e tumultuou o trânsito.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;