Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Mirando vice, Rogério
vai desistir de 2014

Detentor do posto, Hélcio Silva deve ser oficializado como candidato único do PT a deputado federal


Bruno Coelho
Do Diário do Grande ABC

27/05/2013 | 07:30


Um dos possíveis postulantes a deputado federal pelo PT de Mauá em 2014, o secretário de Serviços Urbanos, Rogério Santana, vai trocar a pretensão de ingressar ao Congresso Nacional para ser vice-prefeito de Donisete Braga (PT) no projeto de reeleição em 2016. Ele se aproveitaria da vaga deixada pelo atual detentor do posto, Hélcio Silva, que deve ser anunciado no próximo mês como candidato único do petismo a uma das 513 cadeiras do Legislativo Federal.

Cada vez são mais fortes os rumores no Paço de que Rogério está propenso a abrir mão da candidatura no próximo ano. Ele avalia ser melhor para o seu capital político permanecer na Secretaria de Serviços Urbanos. Ações ligadas ao setor lhe darão maior projeção perante os munícipes de Mauá.

Publicamente, porém, Rogério adota cautela, refutando essa possibilidade. Pessoas próximas ao secretário afirmam que esse tipo de situação poderia gerar mal-estar no Paço. "Tudo ainda é muito precoce para esse tipo de discussão. Não existe nada a respeito", afirma.

Apesar de Rogério ainda se colocar como pré-candidato a deputado federal, a desistência desse projeto eleitoral é praticamente certa. Mesmo evitando abordar qualquer tema relacionado a 2014, Donisete age nos corredores da Prefeitura em busca de consenso. Ele já teria iniciado conversas com Rogério para deixar o caminho livre para Hélcio.

Tanto Rogério como Donisete não ignoram o fato de Hélcio ser hoje o primeiro suplente da coligação a qual o PT fez parte na eleição de 2010, Na ocasião, ele recebeu 64.938 votos, tornando-se inicialmente quinto suplente. Entretanto, o petista foi beneficiado com as nomeações de Aldo Rebelo (PCdoB) como ministro do Esporte, José de Filippi Júnior (PT) e Jilmar Tatto (PT) ao secretariado do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e com a vitória de Carlinhos Almeida (PT) para o Paço de São José dos Campos.

Há a expectativa em Mauá que Hélcio assuma como deputado federal antes da eleição de 2014. O petista pode ser auxiliado com julgamento do Mensalão, que condenou os deputados federais João Paulo Cunha (PT-SP), José Genoino (PT-SP) e Valdemar da Costa Neto (PR-SP). Por enquanto, o STF (Supremo Tribunal Federal) analisa os recursos de defesa dos réus. Assim que um dos três for cassado, Hélcio assume a cadeira no Congresso Nacional.

Além desse cenário, Hélcio acredita que agora como vice-prefeito de Mauá (acumula também a Secretaria de Habitação) pode ampliar o potencial de votos.

Com o petista se elegendo deputado federal, o posto de vice-prefeito ficaria em aberto, passando a ser almejado por Rogério para a reeleição de Donisete em 2016.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mirando vice, Rogério
vai desistir de 2014

Detentor do posto, Hélcio Silva deve ser oficializado como candidato único do PT a deputado federal

Bruno Coelho
Do Diário do Grande ABC

27/05/2013 | 07:30


Um dos possíveis postulantes a deputado federal pelo PT de Mauá em 2014, o secretário de Serviços Urbanos, Rogério Santana, vai trocar a pretensão de ingressar ao Congresso Nacional para ser vice-prefeito de Donisete Braga (PT) no projeto de reeleição em 2016. Ele se aproveitaria da vaga deixada pelo atual detentor do posto, Hélcio Silva, que deve ser anunciado no próximo mês como candidato único do petismo a uma das 513 cadeiras do Legislativo Federal.

Cada vez são mais fortes os rumores no Paço de que Rogério está propenso a abrir mão da candidatura no próximo ano. Ele avalia ser melhor para o seu capital político permanecer na Secretaria de Serviços Urbanos. Ações ligadas ao setor lhe darão maior projeção perante os munícipes de Mauá.

Publicamente, porém, Rogério adota cautela, refutando essa possibilidade. Pessoas próximas ao secretário afirmam que esse tipo de situação poderia gerar mal-estar no Paço. "Tudo ainda é muito precoce para esse tipo de discussão. Não existe nada a respeito", afirma.

Apesar de Rogério ainda se colocar como pré-candidato a deputado federal, a desistência desse projeto eleitoral é praticamente certa. Mesmo evitando abordar qualquer tema relacionado a 2014, Donisete age nos corredores da Prefeitura em busca de consenso. Ele já teria iniciado conversas com Rogério para deixar o caminho livre para Hélcio.

Tanto Rogério como Donisete não ignoram o fato de Hélcio ser hoje o primeiro suplente da coligação a qual o PT fez parte na eleição de 2010, Na ocasião, ele recebeu 64.938 votos, tornando-se inicialmente quinto suplente. Entretanto, o petista foi beneficiado com as nomeações de Aldo Rebelo (PCdoB) como ministro do Esporte, José de Filippi Júnior (PT) e Jilmar Tatto (PT) ao secretariado do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e com a vitória de Carlinhos Almeida (PT) para o Paço de São José dos Campos.

Há a expectativa em Mauá que Hélcio assuma como deputado federal antes da eleição de 2014. O petista pode ser auxiliado com julgamento do Mensalão, que condenou os deputados federais João Paulo Cunha (PT-SP), José Genoino (PT-SP) e Valdemar da Costa Neto (PR-SP). Por enquanto, o STF (Supremo Tribunal Federal) analisa os recursos de defesa dos réus. Assim que um dos três for cassado, Hélcio assume a cadeira no Congresso Nacional.

Além desse cenário, Hélcio acredita que agora como vice-prefeito de Mauá (acumula também a Secretaria de Habitação) pode ampliar o potencial de votos.

Com o petista se elegendo deputado federal, o posto de vice-prefeito ficaria em aberto, passando a ser almejado por Rogério para a reeleição de Donisete em 2016.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;