Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Bandeira branca

Ex-vereador e atual secretário de Obras e Serviços Públicos de Santo André, Paulinho Serra


Do Diário do Grande ABC

09/05/2013 | 00:00


Ex-vereador e atual secretário de Obras e Serviços Públicos de Santo André, Paulinho Serra assume sábado a presidência municipal do PSD. A oficialização ocorrerá em café da tarde, em hotel na Avenida Portugal, às 15h. Além de cacifar politicamente o ex-parlamentar como líder da legenda na cidade, o evento também promete ser divisor de águas na hoje conturbada relação entre articulador do PSD na Região Metropolitana e vereador de São Paulo, José Police Neto, e o deputado estadual José Bittencourt, atual presidente andreense da sigla que deixará a direção para se dedicar exclusivamente à reeleição no ano que vem. Bittencourt se estranha com Police Neto desde que o vereador paulistano tentou substituí-lo na coordenação pessedista no Grande ABC. Houve tentativa de encaixar o ex-vereador de Ribeirão Pires Gerson Constantino na função, mas não deu certo. Paulinho Serra adota discurso conciliador para a questão. Como líder do PSD de Santo André, vai dar o apoio necessário para Bittencourt buscar votos na cidade, seu reduto. Tudo que o secretário não quer é reviver situação que culminou em sua saída do PSDB, em julho de 2012, com rusgas internas e picuinhas pessoais que levaram o tucanato a diminuir no município.

Olho neles

O prefeito de Santo André, Carlos Grana (PT), protocola na Câmara projeto de reajuste aos 12 mil funcionários públicos da administração direta e indireta: aumento será de 5% retroativos a 1º de abril, mais 1,78% em dezembro. A proposta, porém, foi debatida com o Sindserv (Sindicato dos Servidores) e rejeitada pelos trabalhadores em assembleia. O que farão os nobres parlamentares: ficarão a favor dos interesses do governo e contra o funcionalismo?

Recuo

Vereador de São Caetano, Edson Parra (PHS) pediu vistas por duas sessões do projeto de sua autoria que prevê exame de oximetria de pulso em recém-nascidos. A matéria foi aprovada em primeira discussão, após falha na articulação do governo. Agora, o parlamentar recua e diz que a administração tem certa razão, pois não seria possível atender todos os bebês. E a compra de equipamento acarretaria em custos.

Sugestão

O vereador de São Bernardo Fábio Landi (PSD) conseguiu aprovar indicação para instalar ambulatório médico nas dependências do Paço. Nas imediações também estão localizadas a central de atendimento aos munícipes, a Sala do Empreendedor e a Câmara, portanto, há grande circulação de pessoas e funcionários. O objetivo é "zelar pela Saúde pública e de todos que circulam nessas dependências, a fim de evitar problemas futuros, pois é necessário precaver antes de qualquer acontecimento".



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;