Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Frango belga: 75% da produçao volta a ser vendida


Do Diário do Grande ABC

08/06/1999 | 09:53


Setenta e cinco por cento das exportaçoes de frango belga poderao novamente ser comercializados no mercado a partir da meia-noite desta terça, anunciou o primeiro-ministro Jean-Luc Dehaene.  

``A Comissao Européia indicou que os produtos procedentes das exportaçoes nao contaminadas podem voltar a ser comercializdada'', disse Dehaene, falando à imprensa.  As autoridades belgas haviam decidido na semana passada retirar estas aves e os ovos dos supermercados até poder estabelecer uma lista de exportaçoes afetadas pela contaminaçao da dioxina e certificar o resto como livre da mesma.  

O Comitê Veterinário da UE, por proposta da Comissao, tomou ontem uma decisao de proibir a nível europeu a comercializaçao de produtos procedentes das exportaçoes supostamente contaminadas, mas admitiu que poderiam ser comercializados os alimentos comprovadamente livres da dioxina.  

A Comissao disse, no entanto, que uma equipe de inspeçao se encarregará esta semana de verificar que o sistema de comprovaçao belga é seguro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Frango belga: 75% da produçao volta a ser vendida

Do Diário do Grande ABC

08/06/1999 | 09:53


Setenta e cinco por cento das exportaçoes de frango belga poderao novamente ser comercializados no mercado a partir da meia-noite desta terça, anunciou o primeiro-ministro Jean-Luc Dehaene.  

``A Comissao Européia indicou que os produtos procedentes das exportaçoes nao contaminadas podem voltar a ser comercializdada'', disse Dehaene, falando à imprensa.  As autoridades belgas haviam decidido na semana passada retirar estas aves e os ovos dos supermercados até poder estabelecer uma lista de exportaçoes afetadas pela contaminaçao da dioxina e certificar o resto como livre da mesma.  

O Comitê Veterinário da UE, por proposta da Comissao, tomou ontem uma decisao de proibir a nível europeu a comercializaçao de produtos procedentes das exportaçoes supostamente contaminadas, mas admitiu que poderiam ser comercializados os alimentos comprovadamente livres da dioxina.  

A Comissao disse, no entanto, que uma equipe de inspeçao se encarregará esta semana de verificar que o sistema de comprovaçao belga é seguro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;