Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Projeto de transferência de moradores de favelas é criticado no Rio


Do Diário OnLine
Com Agências Brasil

28/06/2006 | 18:25


Participantes da Jornada Nacional de Luta pela Reforma Urbana organizaram nesta quarta-feira um abaixo-assinado contra um projeto de emenda à Lei Orgânica do Rio, que pode acabar com a transferência de moradores de favelas para locais próximos às suas comunidades. A data foi organizada pelo FNRU (Fórum Nacional da Reforma Urbana), que congrega movimentos pela moradia, fóruns e comitês populares, sindicatos e ONGs (organizações não-governamentais).

"O projeto é um retrocesso na lutas dos movimentos populares de favelas, que ganharam força nos anos 70", diz Mônica Ponte, da rede Fase (Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional), que faz parte da coordenação do fórum nacional. Para ela, a proposta representa uma "segregação territorial, empurrando as classes menos favorecidas para a periferia".

Já a vereadora Aspásia Camargo (PV), uma das autoras do projeto de lei, disse que a alteração visa a impedir a invasão de áreas de proteção ambiental. Segundo ela, são normalmente esses espaços os mais ocupados atualmente. "Eles invadem e destroem a natureza, e depois a prefeitura acaba tendo que indenizá-los. Isso virou uma indústria".

Outra proposta em pauta durante as atividades do dia pela reforma urbana foi o problema das enchentes que todo o verão acometem o Estado do Rio. Durante toda a tarde desta quarta dez barracas de entidades ligadas ao FNRU organizaram atividades em frente da Câmara dos Vereadores, no centro do Rio de Janeiro.


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;