Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Quintão: Brasil precisa estar preparado para eventual conflito


Do Diário OnLine

02/10/2001 | 00:01


O ministro da Defesa, Geraldo Quintão, afirmou nesta segunda-feira que é fundamental que o Brasil esteja preparado para situações de emergência. "O fato de não existir ameaça terrorista no Brasil não exime o país de possuir um plano de mobilização. O que assistimos nos mostra que não existe país que não seja vulnerável", disse durante a abertura do seminário de mobilização nacional.

"A paz, às vezes, leva-nos à letargia e à falta de vigilância. Vejam o que aconteceu nos Estados Unidos: faltou vigilância; faltou controle; havia liberdade total”, afirmou o ministro ao comentar os atentados do último dia 11. Ele ressaltou ainda que fatos como esse servem de alerta para a necessidade de se aprimorar sistemas de mobilização.

Quintão pretende encaminhar ao Congresso Nacional ainda este ano projeto de lei que cria o Sistema Nacional de Mobilização, que atualmente se encontra na Casa Civil da Presidência da República. "É preciso preparar o País para a eventualidade do conflito", disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Quintão: Brasil precisa estar preparado para eventual conflito

Do Diário OnLine

02/10/2001 | 00:01


O ministro da Defesa, Geraldo Quintão, afirmou nesta segunda-feira que é fundamental que o Brasil esteja preparado para situações de emergência. "O fato de não existir ameaça terrorista no Brasil não exime o país de possuir um plano de mobilização. O que assistimos nos mostra que não existe país que não seja vulnerável", disse durante a abertura do seminário de mobilização nacional.

"A paz, às vezes, leva-nos à letargia e à falta de vigilância. Vejam o que aconteceu nos Estados Unidos: faltou vigilância; faltou controle; havia liberdade total”, afirmou o ministro ao comentar os atentados do último dia 11. Ele ressaltou ainda que fatos como esse servem de alerta para a necessidade de se aprimorar sistemas de mobilização.

Quintão pretende encaminhar ao Congresso Nacional ainda este ano projeto de lei que cria o Sistema Nacional de Mobilização, que atualmente se encontra na Casa Civil da Presidência da República. "É preciso preparar o País para a eventualidade do conflito", disse.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;