Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

S.Paulo aplica multa de 40% nos expulsos


Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC

10/04/2001 | 00:12


O técnico Oswaldo Alvarez pediu e a diretoria do São Paulo atendeu. O volante Alexandre e o atacante Luís Fabiano foram multados em 40% dos seus salários pela expulsão na partida de sábado, contra o União São João, pelo Campeonato Paulista. Segunda à noite, a delegação são-paulina viajou para Fortaleza, onde amanhã enfrenta o Ceará, às 21h40, pela Copa do Brasil.

Apesar de o zagueiro Jean ter sido perdoado pelo cartão vermelho que recebeu contra o Botafogo de Ribeirão Preto, desta vez não teve moleza para os infratores. Para o diretor de futebol, José Dias, a punição só não foi maior porque a lei não permite. “Só pode multar com 40% do salário. Se pudéssemos mais, teríamos feito. Os dois não podem falar nada, prejudicaram todo o trabalho que está sendo feito. Sabemos que a classificação ficou mais difícil”, disse.

O dirigente refere-se às chances da equipe no Campeonato Paulista, em que ocupa a 3ª colocação, com 21 pontos. Para Dias, o União Barbarense (adversário do próximo sábado) “está com a corda no pescoço (em 15º lugar) e Portuguesa e Corinthians também lutam pela vaga”.

Com o problema, o clima no clube mudou e agora é de alerta, depois de duas derrotas consecutivas na competição. Rogério Ceni também acredita que existe a possibilidade da equipe não se classificar às semifinais do torneio. Mas o goleiro apela para o peso da tradição tricolor em momentos decisivos. “Temos time, camisa, estrutura, tradição”.

Para complicar ainda mais a situação do São Paulo, Rogério Ceni foi citado pelo árbitro Paulo César de Oliveira em seu relatório. Segundo o árbitro, o goleiro reclamou do pênalti de Carlos Miguel em Rafael no final do primeiro tempo. “Amanhã você vai ver na TV o que fez”, estava registrado na súmula como palavras do jogador a Paulo César. O goleiro poderá ir a julgamento por uso de termos desrespeitoso.

A equipe enfrenta o Ceará pela segunda rodada da Copa do Brasil com os desfalques de Belletti, Wilson e Reginaldo. Os zagueiros já estão recuperados, mas ainda sem condicionamento físico.

Quarta, o Conselho Deliberativo analisa a proposta de patrocínio de camisa apresentada pelo fabricante de eletroeletrônicos LG. Mas a atual situação do time, no entanto, deverá ser o principal assunto entre os conselheiros.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;