Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Nível de emprego industrial tem melhor resultado desde 95


Do Diário do Grande ABC

10/12/1999 | 13:22


O nível de emprego da indústria paulista no ano até novembro, que ficou negativo em 3,39%, foi o melhor resultado obtido desde 95, segundo pesquisa da Fiesp. Naquele ano, o resultado ficou negativo em 5,82%. Em 96, esse índice caiu 7,12%. Nos dois anos seguintes houve uma queda de 5 08% e 6,62% respectivamente. A diretora do departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da Fiesp Clarice Seibel, atribuiu essa melhora, em grande parte, à desvalorizaçao cambial.

Segundo ela, foi justamente essa medida que permitiu uma maior estabilidade no índice de emprego principalmente nos últimos 6 meses, quando esse índice apresentou pequenas variaçoes em torno do zero. No mês de novembro, o nível de emprego ficou positivo em 0,01%, o que equivale a uma recuperaçao de aproximadamente 160 postos de trabalhos. Dos 47 sindicatos pesquisados, 18 registraram desempenho positivo no nível de emprego, 13 ficaram estáveis e 16 tiveram resultados negativos.

Entre os setores que contrataram neste mês de novembro, Clarice Seibel destacou o segmento de alimentos que, segundo ela vem mostrado um crescimento consistente no total de pessoal ocupado, e que tem uma sazonalidade favorável para emprego e produçao, principalmente em funçao das festas para a virada do ano 2000. Ela também citou o setor calçadista, que registrou uma variaçao positiva de 1,55% em novembro. Segundo Seibel, as expectativas sao positivas tanto para a exportaçao como para o mercado interno. As compras de Natal deverao beneficiar o setor, pois os presentes tendem a ser de baixo valor, o que ajudaria na venda de calçados.

Seibel destacou também os setores que forneceram matéria prima para a construçao civil. Esse segmento ficou estável no que se refere ao nível de emprego, embora as vendas estejam aquecidas. Na avaliaçao da executiva, isso significa que o empresário ainda nao está confiante para elevar contrataçoes. Essa pequena alta de 0,01% no nível de emprego em novembro também foi o primeiro resultado positivo neste mês desde 95. Nesse período, a variaçao foi negativa em 0,83%, e nos três novembros seguintes foram registradas quedas de 0,41%, 0,9% e 0 71%.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nível de emprego industrial tem melhor resultado desde 95

Do Diário do Grande ABC

10/12/1999 | 13:22


O nível de emprego da indústria paulista no ano até novembro, que ficou negativo em 3,39%, foi o melhor resultado obtido desde 95, segundo pesquisa da Fiesp. Naquele ano, o resultado ficou negativo em 5,82%. Em 96, esse índice caiu 7,12%. Nos dois anos seguintes houve uma queda de 5 08% e 6,62% respectivamente. A diretora do departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da Fiesp Clarice Seibel, atribuiu essa melhora, em grande parte, à desvalorizaçao cambial.

Segundo ela, foi justamente essa medida que permitiu uma maior estabilidade no índice de emprego principalmente nos últimos 6 meses, quando esse índice apresentou pequenas variaçoes em torno do zero. No mês de novembro, o nível de emprego ficou positivo em 0,01%, o que equivale a uma recuperaçao de aproximadamente 160 postos de trabalhos. Dos 47 sindicatos pesquisados, 18 registraram desempenho positivo no nível de emprego, 13 ficaram estáveis e 16 tiveram resultados negativos.

Entre os setores que contrataram neste mês de novembro, Clarice Seibel destacou o segmento de alimentos que, segundo ela vem mostrado um crescimento consistente no total de pessoal ocupado, e que tem uma sazonalidade favorável para emprego e produçao, principalmente em funçao das festas para a virada do ano 2000. Ela também citou o setor calçadista, que registrou uma variaçao positiva de 1,55% em novembro. Segundo Seibel, as expectativas sao positivas tanto para a exportaçao como para o mercado interno. As compras de Natal deverao beneficiar o setor, pois os presentes tendem a ser de baixo valor, o que ajudaria na venda de calçados.

Seibel destacou também os setores que forneceram matéria prima para a construçao civil. Esse segmento ficou estável no que se refere ao nível de emprego, embora as vendas estejam aquecidas. Na avaliaçao da executiva, isso significa que o empresário ainda nao está confiante para elevar contrataçoes. Essa pequena alta de 0,01% no nível de emprego em novembro também foi o primeiro resultado positivo neste mês desde 95. Nesse período, a variaçao foi negativa em 0,83%, e nos três novembros seguintes foram registradas quedas de 0,41%, 0,9% e 0 71%.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;