Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Esquece o que eu falei

Uma aliança curiosa começa a ser comentada com força nos corredores da Prefeitura de Mauá. O que se fala é que há conversas de aproximação da administ


Do Diário do Grande ABC

02/09/2011 | 00:00


Uma aliança curiosa começa a ser comentada com força nos corredores da Prefeitura de Mauá. O que se fala é que há conversas de aproximação da administração de Oswaldo Dias (PT) com o empresário e ex-prefeito José Carlos Grecco, que sempre foi ligado ao grupo do ex-chefe do Executivo Leonel Damo. Grecco, que sempre é criticado em comícios petistas e é chamado por políticos do partido como integrante da "turma do passado" da cidade, estaria disposto a ficar com um dos terrenos públicos que a Prefeitura colocou à venda, no Sertãozinho, para construir uma espécie de porto seco, por conta da facilidade de logística após a inauguração do Trecho Sul do Rodoanel. Mas a ideia é fazer permuta: o empresário ficaria com a área e, em troca, construiria uma das marginais na região central, próximo ao shopping. O assunto também vem sendo tratado pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Edilson de Paula, que também comanda a Pasta de Trabalho e Renda. Tudo com aval de Oswaldo. O problema é que, com isso, o PT perde um importande discurso de campanha. Como Oswaldo vai acusar a deputada estadual Vanessa Damo (PMDB), que é pré-candidata a prefeita, de ser fiadora da aliança Damo/Grecco?

Presente do Palácio

Não dá para negar que o deputado estadual Alex Manente (PPS-São Bernardo), líder do partido na Assembleia, está com moral elevada junto ao governador Geraldo Alckmin (PSDB). Tanto é que o popular-socialista foi escolhido como relator de projeto de lei do Executivo que institui o Programa Paulista de Agricultura de Interesse Social. O objetivo é que, com a medida aprovada, órgãos públicos utilizem pelo menos 30% dos recursos para comprar alimentos por meio de agricultura familiar. Boa proposta.

Comigo por bem ou por mal

Por falar em São Bernardo, o vereador Admir Ferro (PSDB), resolveu tomar a frente para garantir seu nome como candidato do partido à sucessão do prefeito Luiz Marinho (PT), no ano que vem. O parlamentar, que já recebeu publicamente o apoio do deputado federal William Dib (PSDB), se encontrou ontem com outro pré-candidato da legenda, o deputado estadual Orlando Morando (PSDB). A reunião, que ocorreu no escritório de Morando, contou com a presença dos vereadores tucanos Juarez Tudo Azul e Hiroyuki Minami, que é presidente da Câmara. Quem estava lá garantiu que Ferro afirmou ao deputado estadual que não abriria mão de ser candidato e que receberia o apoio dele de qualquer forma. Morando, então, teria se comprometido a estar ao lado de Ferro. Se essa decisão, reservada, se tornará pública, só o tempo dirá. Mas terá de ser rápido.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;