Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Manifestantes atacam prédios da ONU em cidade afegã


Da AFP

12/09/2004 | 16:24


Dois prédios da ONU (Organização das Nações Unidas), localizados na cidade afegã de Herat, foram atacados neste domingo por manifestantes que contestavam a destituição do poderoso governador da província, Ismael Jan.

Pelo menos três pessoas morreram e outras 47 ficaram feridas na manifestação. "Contabilizamos pelo menos 47 feridos e três mortos", declarou o médico do hospital central de Herat, Samin. "Dois feridos estão em estado crítico. A maioria dos pacientes foi baleada ou ferida por explosões de granadas", especificou.

Cerca de 300 pessoas atearam fogo na porta de um edifício do Acnur (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados) e da Umamoa (Missão de Assistência das Nações Unidas).

O chefe da polícia local, Ziauddin Mahmoodi, declarou que "aproximadamente mil pessoas atearam fogo em dois edifícios da ONU".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Manifestantes atacam prédios da ONU em cidade afegã

Da AFP

12/09/2004 | 16:24


Dois prédios da ONU (Organização das Nações Unidas), localizados na cidade afegã de Herat, foram atacados neste domingo por manifestantes que contestavam a destituição do poderoso governador da província, Ismael Jan.

Pelo menos três pessoas morreram e outras 47 ficaram feridas na manifestação. "Contabilizamos pelo menos 47 feridos e três mortos", declarou o médico do hospital central de Herat, Samin. "Dois feridos estão em estado crítico. A maioria dos pacientes foi baleada ou ferida por explosões de granadas", especificou.

Cerca de 300 pessoas atearam fogo na porta de um edifício do Acnur (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados) e da Umamoa (Missão de Assistência das Nações Unidas).

O chefe da polícia local, Ziauddin Mahmoodi, declarou que "aproximadamente mil pessoas atearam fogo em dois edifícios da ONU".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;