Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Operações com nomes criativos já são 62 desde 2005



12/08/2006 | 00:03


Batizadas como Sanguessuga, Matusalém, Mercúrio, Albatroz, Êxodo, Babilônia, Canaã, Narciso, Curupira, Terra Nostra, Farol da Colina, Dominó e Saúva, as operações da Polícia Federal sobem a dezenas. Foram 62 desde 2005, todas com nomes criativos.

“Cada nome tem sua origem nas características únicas, exclusivas dos esquemas de corrupção nela envolvidos, como o atual saúva”, afirma o superintendente da PF no Amazonas, Kércio Pinto, de 48 anos, há sete em Manaus.

Pinto assume que foi um dos pais do nome saúva. “A saúva destrói tudo, dilacera todo o verde à sua frente”, afirma. “Assim, a quadrilha seguia dilapidando o patrimônio público.”

Mas em nenhuma das operações há um pai oficial do nome, afirma. Na pesquisa da saúva, foi destacado um fato: “Numa colônia de formigas saúva, há apenas uma rainha. Se ela morrer, a colônia acaba.” No caso desta operação, afirma o superintendente da PF no Amazonas, “o cabeça do grupo, a saúva-rainha, é o empresário Cristiano da Silva Cordeiro”. 


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;