Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ministério da Agricultura investiga fábricas de leite


Da Agência Brasil

03/11/2007 | 07:51


O Ministério da Agricultura informou sexta-feira que nenhum fabricante de leite está interditado, ao contrário do que divulgaram alguns veículos de imprensa. Segundo o ministério, o leite integral de quatro empresas está na verdade suspenso apenas para análise, cujo resultado não será divulgado porque faz parte de investigação da Polícia Federal.

A comercialização do produto pasteurizado, que precisa ser resfriado e fervido para consumo, não foi suspensa.

A Coopervale (Cooperativa dos Produtores de Leite do Vale do Rio Grande), a Casmil (Cooperativa Agropecuária do Sudoeste Mineiro), o Avipal (Aviário Porto-Alegrense) e as unidades da Parmalat de Santa Helena (GO) e Carazinho (RS) são investigadas pela Polícia Federal.

A investigação ocorre devido à descoberta de que cooperativas produtoras de leite vinham adicionando água oxigenada e soda cáustica para aumentar a duração e a rentabilidade do leite longa vida, o leite de caixinha que não precisa ser resfriado nem fervido.

O ministério afirma que o leite integral dessas quatro empresas não chegou aos supermercados. E explica que esse tipo de fiscalização é uma ação de rotina.


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;