Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Presidente da FPF rebate acusações de Luxemburgo e agita o Santos


Das Agências

28/02/2006 | 09:03


O presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Marco Polo Del Nero, não gostou das acusações de Vanderlei Luxemburgo de que “há um complô para impedir que o Santos vença o campeonato”. O treinador fez a declaração após o confronto com o Rio Branco, no último sábado, após a expulsão do goleiro Fábio Costa.

Para o dirigente, que está passando o Carnaval fora de São Paulo, a única solução é levar o caso para o TJD e o Ministério Público. “Vou entrar com representação no tribunal e no Ministério Público. Como o Ministério continua a investigação sobre a Máfia do Apito, quem sabe o Luxemburgo contribui com algumas informações”, disse Marco Polo Del Nero.

O presidente da FPF defendeu o coronel Marinho, presidente da Comissão de Arbitragem, também alvo das críticas de Luxemburgo. “O coronel Marinho e a FPF estão empenhados em melhorar o nível das arbitragens. Tudo está sendo feito de modo transparente”, avisou. Marco Polo Del Nero julga que acusações improcedentes só contribuem para aumentar a violência. O presidente da FPF disse também que erros sempre acontecerão. “Jogador erra pênalti. Por que o árbitro não pode errar? Mas estamos procurando melhorar o nível das arbitragens”, garantiu.

Mais um reforço – O prazo de inscrições para o Campeonato Paulista já expirou, mas o Santos ainda busca reforços para a Copa do Brasil – considerada o caminho mais curto para a Libertadores – e o Campeonato Brasileiro, que começa em abril. A prioridade na lista do técnico Vanderlei Luxemburgo é um atacante. O nome bem recebido pelo treinador é o de Carlinhos Bala, destaque do Santa Cruz (PE) desde o ano passado. O Peixe, como o São Caetano, já tentaram trazer o atacante para São Paulo por empréstimo, mas os pernambucanos só aceitam repassar os direitos federativos do atleta em definitivo.

O Peixe poderá fazer nova tentativa após o Carnaval. A diretoria poderá adquirir o passe do atacante por R$ 4 milhões. Mas a própria diretoria do Santa Cruz pode melar o negócio, já que não deseja receber menos de R$ 5 milhões pelos direitos federativos de Carlinhos Bala. O jogador tem contrato com o time de Recife até o final de 2007.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;