Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Caetano promete recompensar o treinador


Anderson Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

24/04/2007 | 07:02


Dorival Júnior pode ser considerado um otimista. O técnico assumiu o São Caetano virtualmente rebaixado no Campeonato Brasileiro do ano passado. Acreditou. Reformulou o elenco, devolveu a honra aos jogadores e recolocou o Azulão na rota do sucesso. Agora, com as finais do Campeonato Paulista definidas – serão nos dias 29 deste mês e 6 de maio, ambas no Morumbi, às 16h, contra o Santos –, a diretoria já promete recompensar o treinador.

Os dirigentes iniciaram as conversações com Dorival logo após a vitória sobre o São Paulo. Um jantar no sábado, entre o presidente Nairo Ferreira de Souza e o treinador foi o ponto de partida para a renovação contratual. “Ele vai querer reivindicar um algo mais financeiramente, entre salário e premiações. Tem todo o direito. Isso não nos preocupa.

Estamos analisando sua proposta e devemos prorrogar seu trabalho até o final da Série B”, revelou o presidente do clube.

O técnico chegou nove rodadas antes do trágico rebaixamento. Não pôde fazer nada, mas teve a garantia de permanência, ganhou a confiança da diretoria e montou uma nova versão para 2007. “Claro que esperava uma resposta do elenco. Para muitos foi uma surpresa ver o São Caetano na final. Para nós, não”, disse.

O contrato de Dorival vai até o final deste mês. “Ele não tem uma data definida. Vamos sentar depois das finais e, com certeza, renová-lo . Os dois lados estão satisfeitos. Isso é o que importa”, finalizou Nairo.

FINAIS

O São Caetano acatou a decisão da FPF (Federação Paulista de Futebol), que nesta segunda definiu o Morumbi como o local dos dois jogos finais. “Claro que gostaríamos de uma partida na Vila Belmiro e a outra no Anacleto Campanella. Mas, infelizmente, sabemos que nossos estádios não comportam as finais. É inviável”, afirmou Nairo.

Para Dorival, “o bom senso prevaleceu”. A opinião é dividida com Nairo. “O principal, neste momento, é a segurança e o conforto. O torcedor será bem melhor atendido no Morumbi. Temos esta garantia.”


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano promete recompensar o treinador

Anderson Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

24/04/2007 | 07:02


Dorival Júnior pode ser considerado um otimista. O técnico assumiu o São Caetano virtualmente rebaixado no Campeonato Brasileiro do ano passado. Acreditou. Reformulou o elenco, devolveu a honra aos jogadores e recolocou o Azulão na rota do sucesso. Agora, com as finais do Campeonato Paulista definidas – serão nos dias 29 deste mês e 6 de maio, ambas no Morumbi, às 16h, contra o Santos –, a diretoria já promete recompensar o treinador.

Os dirigentes iniciaram as conversações com Dorival logo após a vitória sobre o São Paulo. Um jantar no sábado, entre o presidente Nairo Ferreira de Souza e o treinador foi o ponto de partida para a renovação contratual. “Ele vai querer reivindicar um algo mais financeiramente, entre salário e premiações. Tem todo o direito. Isso não nos preocupa.

Estamos analisando sua proposta e devemos prorrogar seu trabalho até o final da Série B”, revelou o presidente do clube.

O técnico chegou nove rodadas antes do trágico rebaixamento. Não pôde fazer nada, mas teve a garantia de permanência, ganhou a confiança da diretoria e montou uma nova versão para 2007. “Claro que esperava uma resposta do elenco. Para muitos foi uma surpresa ver o São Caetano na final. Para nós, não”, disse.

O contrato de Dorival vai até o final deste mês. “Ele não tem uma data definida. Vamos sentar depois das finais e, com certeza, renová-lo . Os dois lados estão satisfeitos. Isso é o que importa”, finalizou Nairo.

FINAIS

O São Caetano acatou a decisão da FPF (Federação Paulista de Futebol), que nesta segunda definiu o Morumbi como o local dos dois jogos finais. “Claro que gostaríamos de uma partida na Vila Belmiro e a outra no Anacleto Campanella. Mas, infelizmente, sabemos que nossos estádios não comportam as finais. É inviável”, afirmou Nairo.

Para Dorival, “o bom senso prevaleceu”. A opinião é dividida com Nairo. “O principal, neste momento, é a segurança e o conforto. O torcedor será bem melhor atendido no Morumbi. Temos esta garantia.”

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;