Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Gladiador detona falta de educação de árbitro

DGABC/Arquivo Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Malu Souza
Especial para o Diário

01/11/2010 | 07:06


A atuação do árbitro Djalma José Beltrame Teixeira, que apitou o confronto entre Palmeiras e Goiás, no sábado, foi motivo de muitas críticas do palmeirense Kleber. Para o atacante, mesmo com a vitória por 3 a 2, na Arena Barueri, a noite teve um ponto negativo: a arbitragem.

O centroavante tomou o terceiro cartão amarelo e está suspenso da próxima partida, na quinta-feira, contra o Atlético-PR. Kleber reclamou da falta de critérios e de educação do juiz, mas para quem pensa que o motivo maior foi a punição dada a ele por Beltrame, se engana, pois o próprio atacante afirma que cobrou uma punição para Lincoln, que cometeu falta parecida com a sua e não recebeu cartão.

Segundo Kleber, os maiores problemas do árbitro são a falta de educação e o trato com os jogadores, que em vez de diálogo, faz ameaças e intimida. "Às vezes, o árbitro quer mostrar que manda. Eu fui jogar a bola para fora para devolvê-la para o Goiás e ele veio gritando, me mandando sair dali. Ele gosta de aparecer. Lamentável."

Para ele, existem exemplos de árbitros que conseguem manter o respeito dentro de campo com diálogo. "Esse árbitro é horrível. Para mim, não apitaria mais no Campeonato Brasileiro", emendou o Gladiador.

JOGO-CHAVE
Críticas à parte, o Palmeiras precisa manter o foco no Campeonato Brasileiro e, para isso, uma vitória diante do Atlético-PR na quinta-feira, em Curitiba, seria fundamental. O adversário briga por uma vaga no G-4, enquanto o Alviverde ocupa o décimo lugar.

Mesmo tendo como prioridade a disputa da Copa Sul-Americana, a equipe não deixou de lado o Brasileirão e ainda acredita na possibilidade de brigar por uma vaga na Libertadores da América.

Para Kleber, a vitória sobre o Goiás mexeu com os ânimos do time, que acredita que a diferença de seis pontos para o G-4 é pequena e pode ser tirada nas seis rodadas que restam para o fim do campeonato.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;