Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Sempre aprendendo

Como psicóloga e consultora em RH, costumo dar uma dica que vale para todos que querem ser bem sucedidos


Cíntia Bortotto

16/08/2010 | 00:00


Como psicóloga e consultora em RH, costumo dar uma dica que vale para todos que querem ser bem sucedidos, seja qual for o nível ou o tipo de trabalho: nunca pare de estudar. Investir em sua formação é primordial para seu crescimento profissional e pessoal, melhora suas habilidades e seus relacionamentos.

Estudar não significa necessariamente estar matriculado em algum curso ou ficar sempre com a cabeça enfiada em livros - embora este tipo de estudo também seja importante. Às vezes, assistir um DVD, ver um filme, fazer uma viagem ou ler os jornais diariamente também podem ser consideradas formas extraordinárias de estudo e de autodesenvolvimento.

Ampliar seus horizontes e ser uma pessoa com conteúdo faz total diferença nos relacionamentos corporativos. Por exemplo, num almoço, jantar de negócios ou happy hour, o assunto não será o tempo todo ‘trabalho'. É importante que você tenha um conhecimento de mundo e uma cultura sólida para poder discorrer sobre temas variados e mostrar-se sempre uma pessoa interessante. Lembre-se de que você está constantemente sendo avaliado. A seguir, confira algumas sugestões para você conseguir se desenvolver sem depender dos outros, de acordo com as necessidades de cada área.

HABILIDADES
Na área de informática, é importante estar sempre por dentro das inovações e saber como aplicá-las na organização para ganhar eficiência. Boa capacidade de relacionamento e orientação para servir são competências que todas as áreas de apoio devem ter. Treinamentos e facilidade de autoaprendizagem são ferramentas importantes.

Recursos Humanos é uma área que prevê boa facilidade de relacionamento, habilidade de escuta e influência, além de total confidencialidade. O RH deve ser a área a qual todos podem recorrer quando precisam de ajuda e, além disso, o departamento que prevê processos e ferramentas de gestão de pessoas. Atitudes como simpatia e empatia ajudam os profissionais. Para desenvolver este tipo de atitude, é importante observar a quem tem e eleger um coaching que fará o papel de dar estímulos e feedbacks sempre.

A área financeira prevê assertividade e acuracidade. Conferir os números e ter uma boa capacidade de síntese para mostrar muita coisa em uma única planilha, são características bem vistas nesta área. Além disso, é uma área em que o profissional que tem de saber sobre economia, política e futuro a curto, médio e longo prazo para fazer os melhores investimentos com os recursos da empresa. Aqui uma boa formação e muita leitura são bons caminhos de desenvolvimento.

O marketing deve encantar e ser estratégico. Leitura e benchmarking são boas fontes de desenvolvimento. Obviamente, comunicação e facilidade de relacionamento também são competências importantes, afinal o marketing acaba ‘vendendo' o produto antes mesmo do que a área de vendas. É uma área que tem de acreditar e fazer acontecer, ditar o ritmo junto com vendas. Participar de feiras, encontros, fóruns é muito importante para este grupo, estimula o pensamento ‘fora da caixa'.

Para os executivos em geral, recomendo um treinamento relacionado à liderança e gestão de pessoas pelo menos uma vez ao ano, para ficar sempre atualizado. Leia e faça parte de grupos de discussão relacionados à sua área de expertise. A cada novo projeto, aproveite para fazer benchmarking. Invista em idiomas, você irá precisar, mais cedo ou mais tarde. Leia, leia e leia mais... jornais, revistas, livros...

No caso dos vendedores, acredito que treinamentos de negociação são clássicos e devem ser reciclados a cada dois anos. Invista no que ainda é um diferencial: cálculo de preço, tributação, oratória. Feiras são uma boa pedida para este público, além da constante leitura.

Para o pessoal de fábrica, aconselho que preparem uma boa formação além de ensino médio. Faça cursos técnicos profissionalizantes e se organize para fazer um ensino superior. Isso facilitará seu aumento de renda, e muitas vezes pode dobrar seu salário, como algumas pesquisas vêm demonstrando.

Faça projetos para aprender mais, não tenha vergonha de sugerir para o seu superior imediato suas ideias. Disponha-se a aprender cada vez mais. Siga confiante e boa sorte!



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sempre aprendendo

Como psicóloga e consultora em RH, costumo dar uma dica que vale para todos que querem ser bem sucedidos

Cíntia Bortotto

16/08/2010 | 00:00


Como psicóloga e consultora em RH, costumo dar uma dica que vale para todos que querem ser bem sucedidos, seja qual for o nível ou o tipo de trabalho: nunca pare de estudar. Investir em sua formação é primordial para seu crescimento profissional e pessoal, melhora suas habilidades e seus relacionamentos.

Estudar não significa necessariamente estar matriculado em algum curso ou ficar sempre com a cabeça enfiada em livros - embora este tipo de estudo também seja importante. Às vezes, assistir um DVD, ver um filme, fazer uma viagem ou ler os jornais diariamente também podem ser consideradas formas extraordinárias de estudo e de autodesenvolvimento.

Ampliar seus horizontes e ser uma pessoa com conteúdo faz total diferença nos relacionamentos corporativos. Por exemplo, num almoço, jantar de negócios ou happy hour, o assunto não será o tempo todo ‘trabalho'. É importante que você tenha um conhecimento de mundo e uma cultura sólida para poder discorrer sobre temas variados e mostrar-se sempre uma pessoa interessante. Lembre-se de que você está constantemente sendo avaliado. A seguir, confira algumas sugestões para você conseguir se desenvolver sem depender dos outros, de acordo com as necessidades de cada área.

HABILIDADES
Na área de informática, é importante estar sempre por dentro das inovações e saber como aplicá-las na organização para ganhar eficiência. Boa capacidade de relacionamento e orientação para servir são competências que todas as áreas de apoio devem ter. Treinamentos e facilidade de autoaprendizagem são ferramentas importantes.

Recursos Humanos é uma área que prevê boa facilidade de relacionamento, habilidade de escuta e influência, além de total confidencialidade. O RH deve ser a área a qual todos podem recorrer quando precisam de ajuda e, além disso, o departamento que prevê processos e ferramentas de gestão de pessoas. Atitudes como simpatia e empatia ajudam os profissionais. Para desenvolver este tipo de atitude, é importante observar a quem tem e eleger um coaching que fará o papel de dar estímulos e feedbacks sempre.

A área financeira prevê assertividade e acuracidade. Conferir os números e ter uma boa capacidade de síntese para mostrar muita coisa em uma única planilha, são características bem vistas nesta área. Além disso, é uma área em que o profissional que tem de saber sobre economia, política e futuro a curto, médio e longo prazo para fazer os melhores investimentos com os recursos da empresa. Aqui uma boa formação e muita leitura são bons caminhos de desenvolvimento.

O marketing deve encantar e ser estratégico. Leitura e benchmarking são boas fontes de desenvolvimento. Obviamente, comunicação e facilidade de relacionamento também são competências importantes, afinal o marketing acaba ‘vendendo' o produto antes mesmo do que a área de vendas. É uma área que tem de acreditar e fazer acontecer, ditar o ritmo junto com vendas. Participar de feiras, encontros, fóruns é muito importante para este grupo, estimula o pensamento ‘fora da caixa'.

Para os executivos em geral, recomendo um treinamento relacionado à liderança e gestão de pessoas pelo menos uma vez ao ano, para ficar sempre atualizado. Leia e faça parte de grupos de discussão relacionados à sua área de expertise. A cada novo projeto, aproveite para fazer benchmarking. Invista em idiomas, você irá precisar, mais cedo ou mais tarde. Leia, leia e leia mais... jornais, revistas, livros...

No caso dos vendedores, acredito que treinamentos de negociação são clássicos e devem ser reciclados a cada dois anos. Invista no que ainda é um diferencial: cálculo de preço, tributação, oratória. Feiras são uma boa pedida para este público, além da constante leitura.

Para o pessoal de fábrica, aconselho que preparem uma boa formação além de ensino médio. Faça cursos técnicos profissionalizantes e se organize para fazer um ensino superior. Isso facilitará seu aumento de renda, e muitas vezes pode dobrar seu salário, como algumas pesquisas vêm demonstrando.

Faça projetos para aprender mais, não tenha vergonha de sugerir para o seu superior imediato suas ideias. Disponha-se a aprender cada vez mais. Siga confiante e boa sorte!

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;