Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

O be-a-bá do seu currículo

Saiba como atrair os olhares das empresas


Cíntia Bortotto

11/04/2011 | 00:00


Se você está pensando em realizar algum movimento no mercado de trabalho, saber montar um bom currículo é o primeiro passo. Às vezes parece lugar comum falar sobre isso, mas separei algumas dicas simples, que valem para todos e que podem ser muito bem aproveitadas num cenário de mercado aquecido, que é o que estamos vivendo agora.

Assim, segue uma sequência que pode fazer toda a diferença para você na hora de realizar esta tarefa:

1 - Comece colocando seu nome, endereço, telefones e e-mail. Coloque sempre mais de um telefone e e-mail;

2 - Coloque, ao lado, sua idade, estado civil e informações sobre filhos - é melhor colocar, pois isto é sempre perguntado nas entrevistas;

3 - Explicite seu objetivo, apontando o nível de cargo que almeja, por exemplo, Gerente de RH, etc;

4 - Descreva o resumo de suas qualificações. Seja objetivo, em dois ou três parágrafos. Descreva seu tempo de experiência, as áreas que conhece, os conhecimentos mais técnicos importantes para a carreira que foi escolhida e os conhecimentos de gestão adquiridos pela experiência;

5 - Crie um item para apresentar seus principais resultados. Este é um dos aspectos mais importantes e que será explorado na entrevista. Descreva os principais resultados que sua atuação trouxe para as empresas para as quais você trabalhou. Quantifique em números, datas, metas versus resultados alcançados. A ideia é dar para o entrevistador a dimensão dos desafios atingidos;

6 - Ultimamente, tem-se acrescentado um item de principais competências. Coloque apenas as cinco que mais lhe atribuem, aquelas que seus chefes, pares e subordinados sempre falam que você demonstra. Não minta, o entrevistador irá checar as informações;

7 - Descreva a sua formação, da última para a primeira, deixando clara a instituição de ensino em que se formou e a data;

8 - Descreva os idiomas que domina, o nível de fluência e escolas em que tenha cursado. Seja verdadeiro. É comum entrevistas em outro idioma, se for detectado que você mentiu, provavelmente você estará fora da seleção;

9 - Escreva as empresas pelas quais passou da última para a primeira, com datas, pelo menos mês e ano de entrada e saída;

10 - Se você fez carreira dentro das empresas, coloque os títulos de cargos e as datas em que começou exercer o cargo e, depois, a data em que parou de exercê-lo;

11 - Para explicar o que fazia em cada empresa, descreva suas atividades de forma geral, especificando suas responsabilidades, para quem você se reportava e, se alguém se reportava a você, descreva o número de pessoas. Explique também o escopo da função, estadual, regional, nacional, América Latina ou global. Lembre-se de que quanto mais objetivo e quanto mais você conseguir quantificar o que fez, melhor será para demonstrar propriedade sobre suas próprias atividades;

12 - Se os últimos cargos e empresas por onde passou forem muito antigos, porque você é um profissional mais experiente, seja mais sucinto, não há problema;

13 - Descreva abaixo de cada empresa uma ou duas linhas sobre ela. Não é o mais importante, mas ajuda o entrevistador a ter uma dimensão de números das companhias pelas quais você passou;

14 - Se você fez ou faz alguma ação social, dedique duas ou três linhas no final do currículo para descrevê-la;

15 - Por fim, coloque a data, para que o selecionador saiba o quão atualizado está o currículo. Não erre!

Posso dizer que existem dois grandes erros na hora de montar um currículo. Um deles é a falta de informação e de quantificação. Isso faz com o documento não desperte o selecionador a elegê-lo. O segundo problema é o excesso de informação, principalmente quando está desorganizada, ou seja, sem uma ordem, cronológica, ou algo assim. Normalmente, este tipo de currículo também não chama atenção para ser chamado para a entrevista.

Se você é um recém-formado, dê ênfase maior a sua formação. Já para um profissional experiente, aconselho focar as realizações e o histórico profissional. O currículo de um recém-formado normalmente tem de uma a duas páginas, já o de um profissional experiente, entre duas a três páginas.

PARA ENVOLVER O SELECIONADOR - A melhor dica para ganhar o selecionador é deixar o currículo claro, limpo, organizado, utilizando recursos como tamanho de fonte, negrito, para facilitar o entendimento e dar ênfase ao que merece ser ressaltado para o profissional. Organize um conceito racional para estruturar o currículo, a ordem cronológica é a mais bem aceita. Outra dica é quantificar os resultados alcançados. Um outro ponto que vem se destacando é o item idiomas.

É impossível definir se seu currículo terá sucesso, mas se está bem feito e estruturado, você terá mais chance de ser chamado. Siga confiante e boa sorte!



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

O be-a-bá do seu currículo

Saiba como atrair os olhares das empresas

Cíntia Bortotto

11/04/2011 | 00:00


Se você está pensando em realizar algum movimento no mercado de trabalho, saber montar um bom currículo é o primeiro passo. Às vezes parece lugar comum falar sobre isso, mas separei algumas dicas simples, que valem para todos e que podem ser muito bem aproveitadas num cenário de mercado aquecido, que é o que estamos vivendo agora.

Assim, segue uma sequência que pode fazer toda a diferença para você na hora de realizar esta tarefa:

1 - Comece colocando seu nome, endereço, telefones e e-mail. Coloque sempre mais de um telefone e e-mail;

2 - Coloque, ao lado, sua idade, estado civil e informações sobre filhos - é melhor colocar, pois isto é sempre perguntado nas entrevistas;

3 - Explicite seu objetivo, apontando o nível de cargo que almeja, por exemplo, Gerente de RH, etc;

4 - Descreva o resumo de suas qualificações. Seja objetivo, em dois ou três parágrafos. Descreva seu tempo de experiência, as áreas que conhece, os conhecimentos mais técnicos importantes para a carreira que foi escolhida e os conhecimentos de gestão adquiridos pela experiência;

5 - Crie um item para apresentar seus principais resultados. Este é um dos aspectos mais importantes e que será explorado na entrevista. Descreva os principais resultados que sua atuação trouxe para as empresas para as quais você trabalhou. Quantifique em números, datas, metas versus resultados alcançados. A ideia é dar para o entrevistador a dimensão dos desafios atingidos;

6 - Ultimamente, tem-se acrescentado um item de principais competências. Coloque apenas as cinco que mais lhe atribuem, aquelas que seus chefes, pares e subordinados sempre falam que você demonstra. Não minta, o entrevistador irá checar as informações;

7 - Descreva a sua formação, da última para a primeira, deixando clara a instituição de ensino em que se formou e a data;

8 - Descreva os idiomas que domina, o nível de fluência e escolas em que tenha cursado. Seja verdadeiro. É comum entrevistas em outro idioma, se for detectado que você mentiu, provavelmente você estará fora da seleção;

9 - Escreva as empresas pelas quais passou da última para a primeira, com datas, pelo menos mês e ano de entrada e saída;

10 - Se você fez carreira dentro das empresas, coloque os títulos de cargos e as datas em que começou exercer o cargo e, depois, a data em que parou de exercê-lo;

11 - Para explicar o que fazia em cada empresa, descreva suas atividades de forma geral, especificando suas responsabilidades, para quem você se reportava e, se alguém se reportava a você, descreva o número de pessoas. Explique também o escopo da função, estadual, regional, nacional, América Latina ou global. Lembre-se de que quanto mais objetivo e quanto mais você conseguir quantificar o que fez, melhor será para demonstrar propriedade sobre suas próprias atividades;

12 - Se os últimos cargos e empresas por onde passou forem muito antigos, porque você é um profissional mais experiente, seja mais sucinto, não há problema;

13 - Descreva abaixo de cada empresa uma ou duas linhas sobre ela. Não é o mais importante, mas ajuda o entrevistador a ter uma dimensão de números das companhias pelas quais você passou;

14 - Se você fez ou faz alguma ação social, dedique duas ou três linhas no final do currículo para descrevê-la;

15 - Por fim, coloque a data, para que o selecionador saiba o quão atualizado está o currículo. Não erre!

Posso dizer que existem dois grandes erros na hora de montar um currículo. Um deles é a falta de informação e de quantificação. Isso faz com o documento não desperte o selecionador a elegê-lo. O segundo problema é o excesso de informação, principalmente quando está desorganizada, ou seja, sem uma ordem, cronológica, ou algo assim. Normalmente, este tipo de currículo também não chama atenção para ser chamado para a entrevista.

Se você é um recém-formado, dê ênfase maior a sua formação. Já para um profissional experiente, aconselho focar as realizações e o histórico profissional. O currículo de um recém-formado normalmente tem de uma a duas páginas, já o de um profissional experiente, entre duas a três páginas.

PARA ENVOLVER O SELECIONADOR - A melhor dica para ganhar o selecionador é deixar o currículo claro, limpo, organizado, utilizando recursos como tamanho de fonte, negrito, para facilitar o entendimento e dar ênfase ao que merece ser ressaltado para o profissional. Organize um conceito racional para estruturar o currículo, a ordem cronológica é a mais bem aceita. Outra dica é quantificar os resultados alcançados. Um outro ponto que vem se destacando é o item idiomas.

É impossível definir se seu currículo terá sucesso, mas se está bem feito e estruturado, você terá mais chance de ser chamado. Siga confiante e boa sorte!

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;