Fechar
Publicidade

Domingo, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Sem problemas, Santos passa pelo Cúcuta e se classifica


Do Diário OnLine

09/05/2008 | 01:20


O Santos não tomou conhecimento do Cúcuta (COL) e venceu por 2 a 0 a equipe colombiana, na noite desta quinta-feira, pelo jogo de volta das oitavas-de-final da Copa Libertadores da América, no estádio General Santander, em Cúcuta. Os gols foram marcados por Kléber Pereira e Lima. Como venceu a partida de ida na Vila Belmiro pelo mesmo placar, o Peixe garantiu a vaga na próxima fase da competição.

Com a desvantagem dos colombianos no primeiro confronto, se pensava que o Cúcuta pressionaria desde o início do jogo. Mas o que se viu em campo foi um Santos bem armado e com mais uma excelente exibição de Molina. Kléber Pereira também jogou bem e, apesar de perder alguns gols no começo da partida, marcou o primeiro do Peixe e deu o passe para o segundo.

Na defesa, Fábio Costa se destacou e fez sua parte quando foi exigido pelo ataque do Cúcuta, o que aconteceu poucas vezes. Do lado do time colombiano, o melhor foi o goleiro Castellanos. Ele ajudou o Cúcuta a não tomar uma goleada diante dos seus torcedores.

Agora, nas quartas-de-final, o Santos enfrenta o América (MEX), o algoz do Flamengo. O jogo de ida será no México e o de volta na Vila Belmiro. Antes, a equipe da Baixada estréia na Série A do Campeonato Brasileiro contra o próprio Rubro-Negro carioca, no domingo, no Maracanã.

O jogo - A primeira chance foi do Santos. Aos sete minutos, Molina recebeu dentro da área e chutou. O goleiro Castellanos espalmou e evitou o gol do Peixe. Em seguida, na cobrança de escanteio de Kléber, Marcelo subiu e cabeceou, assustando o arqueiro da equipe colombiana.

Melhor na partida, o time da Baixada perdeu uma grande oportunidade de abrir o placar aos 12 minutos. Depois de uma falha de Córdoba, a bola sobrou para Kléber Pereira, que, da entrada da área, chutou colocado para defesa segura de Castellanos.

O Cúcuta respondeu somente aos 17 minutos. Da entrada da área, Torres chutou e obrigou Fábio Costa a espalmar. Mas foi o Peixe que fez o gol, porém o árbitro anulou. Kléber cobrou falta e Fabão cabeceou para o gol. O juiz assinalou impedimento.

Aos 31 minutos, Kléber Pereira perdeu outra grande oportunidade. O atacante recebeu ótimo lançamento de Molina, driblou o zagueiro e, sozinho com o goleiro, não conseguiu realizar mais um drible.

Alguns minutos depois, o Cúcuta fez uma jogada ousada. Cabrera foi lançado pela esquerda, mas Fábio Costa colocou para escanteio. Na cobrança, o próprio Cabrera aproveitou que o goleiro santista não havia voltado para o gol e tentou fazer um olímpico, mas errou o alvo.

Enfim, o Peixe foi premiado pelo melhor futebol aos 40 minutos. Kléber Pereira tocou para Marcinho Guerreiro, que invadiu a área e chutou forte. Castellanos espalmou e Kléber Pereira bateu no ângulo e fez um golaço.

No segundo tempo, o Cúcuta tentou pressionar. Aos sete minutos, Urbano desceu pela direita e chutou, Fabão desviou e mandou para o seu próprio gol. Fábio Costa fez uma excelente defesa.

No entanto, no contra-ataque, o Peixe marcou mais um. Molina iniciou a jogada e tocou para Kléber Pereira. O atacante entrou na área e tocou para Lima, que bateu colocado para fazer o segundo.

Depois do revés, os donos da casa se perderam em campo, o Santos dominou o restante da partida e perdeu diversas chances de ampliar. Logo depois do gol, Lima poderia fazer mais um, porém parou em Castellanos no chute da meia-lua.

O Cúcuta ainda arriscou com Castro, que tentou um chute de longe. Fábio Costa fez a defesa. Em seguida, no contra-ataque, a bola sobrou para Molina, que mandou no canto. Castellanos defendeu.

Aos 33 minutos, quase aconteceu um golaço no General Santander. Quiñonez recebeu, driblou dois e tocou na saída do goleiro. A bola passou perto da trave. Aos 40, foi a vez Kléber Pereira perder outra chance que parou em Castellanos.

No final, o Cúcuta ainda conseguiu seu gol, mas o árbitro anulou. Urbano chutou, Fábio Costa defendeu e Arriaga tocou para o fundo das redes. O juiz marcou impedimento.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;