Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

História da moda por quem faz


Cíntia Banús
Especial para o Diário

25/08/2005 | 08:57


O Senac Santo André exibe, até o próximo dia 30, a exposição Estilistas Brasileiros – Uma História de Moda, que mostra as histórias de vida e sucesso de 34 grandes estilistas do país. Segundo a coordenadora dos cursos da área de moda, saúde e comunicação e artes da unidade, Kátia Falchi, o objetivo é preservar a memória da moda e dar oportunidade para os moradores da região conhecerem a mostra, anteriormente exibida no Senac Lapa Faustolo e na Francal (Feira Internacional de Calçados, Acessórios de Moda, Máquinas e Componentes), ambos em São Paulo.

Todas as informações estão organizadas em painéis, que além de trazer a foto do estilista, exibe as criações de variadas coleções, reproduções de editoriais de moda, croquis, acessórios, padronagens e cores utilizadas e até mesmo o endereço das lojas e ateliês nacionais e internacionais. O cartunista Cavall é responsável pelas divertidas caricaturas dos homenageados, que, colocadas ao lado dos painéis, servem também como indicação aos visitantes. Um ótimo passeio para interessados e curiosos. O único problema é a localização dos painéis, muito próximos às paredes, impedindo uma circulação confortável para os visitantes.

Para entender e apreciar a exposição não é preciso ser um mestre na linguagem utilizada no mundo das linhas e agulhas. Os dados de biografia e trajetória profissional dos fashionistas podem ser facilmente entendidos pelos mais leigos. É possível até traçar um panorama curioso entre a moda feita nos anos 60 – década em que a moda começou a evoluir no Brasil – e a atual.

Nomes – Na mostra, grandes nomes como: Alceu Pena, Alexandre Herchcovitch, Amalfi, Carlos Miele, Clo Orozco, Clodovil, Conrado Segretto, Dener, Fause Haten, Fernando José, Georges Henri, Glória Coelho, Gregório Faganello, Guilherme Guimarães, José Augusto Bicalho, José Gayegos, José Nunes, Lino Villaventura, Luiz de Freitas, Marcílio Campos, Maria Cândida, Markito, Mikel Terpins, Ney Galvão, Ocimar Versolato, Reinaldo Lourenço, Ricardo Almeida, Ronaldo Ésper, Rui Sphor, Simon Azulay, Ugo Castellana, Vera Arruda, Walter Rodrigues e Zuzu Angel.

Curiosamente, a história de alguns estilistas da velha guarda, como Fernando José, José Nunes e Alceu Pena tiveram o apoio da empresa química Rhodia, com sede em Santo André. Confira um trecho da biografia de Alceu Pena: "Na década de 60, a Cia. Rhodia Brasileira lançou os seus grandes desfiles e shows internacionais de moda, com modelos e estampas exclusivas de Alceu. Estes desfiles estiveram presentes na Europa, Ásia, América do Norte...".

Estilistas Brasileiros – Uma História de Moda – Exposição. No Senac Santo André – av. Ramiro Colleoni, 110, Santo André. Tel.: 4994-8811. De segunda a sexta-feira, das 8 às 21h; sábados, das 8 às 14h. Até o dia 30. Entrada Franca.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

História da moda por quem faz

Cíntia Banús
Especial para o Diário

25/08/2005 | 08:57


O Senac Santo André exibe, até o próximo dia 30, a exposição Estilistas Brasileiros – Uma História de Moda, que mostra as histórias de vida e sucesso de 34 grandes estilistas do país. Segundo a coordenadora dos cursos da área de moda, saúde e comunicação e artes da unidade, Kátia Falchi, o objetivo é preservar a memória da moda e dar oportunidade para os moradores da região conhecerem a mostra, anteriormente exibida no Senac Lapa Faustolo e na Francal (Feira Internacional de Calçados, Acessórios de Moda, Máquinas e Componentes), ambos em São Paulo.

Todas as informações estão organizadas em painéis, que além de trazer a foto do estilista, exibe as criações de variadas coleções, reproduções de editoriais de moda, croquis, acessórios, padronagens e cores utilizadas e até mesmo o endereço das lojas e ateliês nacionais e internacionais. O cartunista Cavall é responsável pelas divertidas caricaturas dos homenageados, que, colocadas ao lado dos painéis, servem também como indicação aos visitantes. Um ótimo passeio para interessados e curiosos. O único problema é a localização dos painéis, muito próximos às paredes, impedindo uma circulação confortável para os visitantes.

Para entender e apreciar a exposição não é preciso ser um mestre na linguagem utilizada no mundo das linhas e agulhas. Os dados de biografia e trajetória profissional dos fashionistas podem ser facilmente entendidos pelos mais leigos. É possível até traçar um panorama curioso entre a moda feita nos anos 60 – década em que a moda começou a evoluir no Brasil – e a atual.

Nomes – Na mostra, grandes nomes como: Alceu Pena, Alexandre Herchcovitch, Amalfi, Carlos Miele, Clo Orozco, Clodovil, Conrado Segretto, Dener, Fause Haten, Fernando José, Georges Henri, Glória Coelho, Gregório Faganello, Guilherme Guimarães, José Augusto Bicalho, José Gayegos, José Nunes, Lino Villaventura, Luiz de Freitas, Marcílio Campos, Maria Cândida, Markito, Mikel Terpins, Ney Galvão, Ocimar Versolato, Reinaldo Lourenço, Ricardo Almeida, Ronaldo Ésper, Rui Sphor, Simon Azulay, Ugo Castellana, Vera Arruda, Walter Rodrigues e Zuzu Angel.

Curiosamente, a história de alguns estilistas da velha guarda, como Fernando José, José Nunes e Alceu Pena tiveram o apoio da empresa química Rhodia, com sede em Santo André. Confira um trecho da biografia de Alceu Pena: "Na década de 60, a Cia. Rhodia Brasileira lançou os seus grandes desfiles e shows internacionais de moda, com modelos e estampas exclusivas de Alceu. Estes desfiles estiveram presentes na Europa, Ásia, América do Norte...".

Estilistas Brasileiros – Uma História de Moda – Exposição. No Senac Santo André – av. Ramiro Colleoni, 110, Santo André. Tel.: 4994-8811. De segunda a sexta-feira, das 8 às 21h; sábados, das 8 às 14h. Até o dia 30. Entrada Franca.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;