Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Jurista Miguel Reale morre aos 95 anos em SP


Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

14/04/2006 | 11:04


O jurista Miguel Reale morreu na madrugada desta sexta-feira, aos 95 anos, em São Paulo. Ele sofreu um enfarte em sua residência na região dos Jardins, Zona Sul da capital. O enterro será realizado nesta tarde no Cemitério São Paulo, Zona Oeste.

Natural de São Bento do Sapucaí (SP), Reale nasceu no dia 6 de novembro de 1910. Formado em Direito em 1934, o jurista ocupava uma cadeira na ABL (Academia Brasileira de Letras) e era considerado referência no ensino do Direito no país.

Reale foi Supervisor da Comissão Elaboradora e Revisora do Código Civil, cuja lei foi sancionada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso em 2002. O jurista foi secretário de Justiça de São Paulo em 1947 e em 1963. Também foi reitor da USP (Universidade de São Paulo) por duas vezes.

Além de atuar na área de Direito, Miguel Reale fundou o Instituto Brasileiro de Filosofia, em 1949, e a Sociedade Interamericana de Filosofia, em 1954. Era pai do também jurista Miguel Reale Júnior, ex-ministro da Justiça do governo Fernando Henrique.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jurista Miguel Reale morre aos 95 anos em SP

Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

14/04/2006 | 11:04


O jurista Miguel Reale morreu na madrugada desta sexta-feira, aos 95 anos, em São Paulo. Ele sofreu um enfarte em sua residência na região dos Jardins, Zona Sul da capital. O enterro será realizado nesta tarde no Cemitério São Paulo, Zona Oeste.

Natural de São Bento do Sapucaí (SP), Reale nasceu no dia 6 de novembro de 1910. Formado em Direito em 1934, o jurista ocupava uma cadeira na ABL (Academia Brasileira de Letras) e era considerado referência no ensino do Direito no país.

Reale foi Supervisor da Comissão Elaboradora e Revisora do Código Civil, cuja lei foi sancionada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso em 2002. O jurista foi secretário de Justiça de São Paulo em 1947 e em 1963. Também foi reitor da USP (Universidade de São Paulo) por duas vezes.

Além de atuar na área de Direito, Miguel Reale fundou o Instituto Brasileiro de Filosofia, em 1949, e a Sociedade Interamericana de Filosofia, em 1954. Era pai do também jurista Miguel Reale Júnior, ex-ministro da Justiça do governo Fernando Henrique.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;