Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Gripe das aves ameaça extinguir pequenas criações avícolas da Ásia


Da AFP

08/11/2005 | 14:29


A crise da gripe aviária corre o risco de fazer desaparecer uma fonte de renda comum na Ásia, as pequenas criações de aves como patos, gansos e frangos, criados em plena liberdade nos quintais, revelou um estudo publicado nesta terça-feira à margem da conferência mundial sobre a gripe das aves, celebrada em Genebra.

"Uma das conseqüências da reestruturação" que imporá a separação das aves de criação e as selvagens de um lado, e os animais dos homens, de outro, "é que haverá uma diminuição de pequenos produtores comerciais e, a longo prazo, de criadores de fundo de quintal", destacou o estudo realizado pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO).

A criação de aves na Ásia explodiu durante a década passada, em resposta à demanda de uma população em rápida ascensão, tendo como pano de fundo o crescimento econômico.

A China e o Vietnã respondem por 78% da criação de patos do mundo, um número que triplicou em 10 anos sobre menos de 0,5% da superfície do globo. Mais de um bilhão de patos e gansos são criados no sudeste asiático, a maioria ao ar livre, o que explica a facilidade de contaminações entre as aves de criação e as selvagens.

A Malásia, a China e o Vietnã particularmente examinam a imposição de "áreas de criação de aves", onde os animais seriam isolados. Estas medidas, destaca o estudo da FAO, permitem concentrar esforços na detecção e controle da doença.

Mas, como conseqüência, causariam também "a perda de toda fonte de renda para os pequenos produtores sem meios de se adaptar", destacaram os economistas da FAO.

Um abrigo de bambus, que isolariam as aves de criação, custa entre 50 e 75 dólares no Vietnã. Para pessoas que vivem com menos de dois dólares por dia, estes são valores astronômicos


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;