Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Israel: Barak faz acordo com partido ultra-ortodoxo


Do Diário do Grande ABC

29/06/1999 | 09:40


O Primeiro-Ministro eleito israelense, Ehud Barak, concluiu nesta terça-feira um quarto acordo de coalizao com o partido ultra-ortodoxo da Lista Unificada da Torah (5 deputados).

O deputado deste partido, Meir Porush, disse que sua formaçao partidária nao havia pedido ministérios em troca de apoio. Mas, segundo a rádio, a Lista Unificada deve obter as presidências das comissoes de Finanças e de Trabalho no parlamento. Em troca deste apoio, Barak oferece o fim do recrutamento de estudantes ultra-ortodoxos no exército.

Uma comissao será constituída para determinar o número destes estudantes que ficarao isentos do serviço militar, ao mesmo tempo em que serao criadas novas unidades militares especiais para os ultra-ortodoxos, que optem pelo serviço militar.

Barak já concluiu acordos de coalizao com outros três partidos: o Meretz (laicos de esquerda com 10 deputados), Israel Be Aliya (de idioma russo, com 6 deputados) e o Partido nacional religioso (direita - pro-colonizaçao, 5 deputados).

O Primeiro-Ministro eleito dispensou esta segunda-feira uma aliança com o Likud, o maior partido da direita, mas prosseguiu as negociaçoes com o partido ultra-ortodoxo sefardita, que reúne os judeus orientais do Shass (17 deputados).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Israel: Barak faz acordo com partido ultra-ortodoxo

Do Diário do Grande ABC

29/06/1999 | 09:40


O Primeiro-Ministro eleito israelense, Ehud Barak, concluiu nesta terça-feira um quarto acordo de coalizao com o partido ultra-ortodoxo da Lista Unificada da Torah (5 deputados).

O deputado deste partido, Meir Porush, disse que sua formaçao partidária nao havia pedido ministérios em troca de apoio. Mas, segundo a rádio, a Lista Unificada deve obter as presidências das comissoes de Finanças e de Trabalho no parlamento. Em troca deste apoio, Barak oferece o fim do recrutamento de estudantes ultra-ortodoxos no exército.

Uma comissao será constituída para determinar o número destes estudantes que ficarao isentos do serviço militar, ao mesmo tempo em que serao criadas novas unidades militares especiais para os ultra-ortodoxos, que optem pelo serviço militar.

Barak já concluiu acordos de coalizao com outros três partidos: o Meretz (laicos de esquerda com 10 deputados), Israel Be Aliya (de idioma russo, com 6 deputados) e o Partido nacional religioso (direita - pro-colonizaçao, 5 deputados).

O Primeiro-Ministro eleito dispensou esta segunda-feira uma aliança com o Likud, o maior partido da direita, mas prosseguiu as negociaçoes com o partido ultra-ortodoxo sefardita, que reúne os judeus orientais do Shass (17 deputados).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;