Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Tentativa de assalto termina com 4 presos em SP


Do Diário do Grande ABC

08/05/1999 | 12:43


Uma tentativa de assalto num instituto de beleza entre as Alamedas Campinas e Sarutaiá, no Jardins, zona sul de Sao Paulo, terminou com a prisao dos quatro criminosos. Dois deles eram maiores de idade, com extensa ficha na polícia, e foram autuados em flagrante no 78º Distrito Policial (DP) - Jardins. Os outros dois, menores, foram encaminhados para o S.O.S Criança, onde ficarao à disposiçao do juiz da Vara da Infância e Juventude.

No local, funciona o Instituto Localli, de propriedade de César Localli. Há mais de uma dezena de funcionárias e, sexta-feira, no início da noite, havia clientes no local. Por volta de 18 horas, os dois maiores chegaram, exibindo o que parecia ser um distintivo policial e segurando os dois menores. Disseram que haviam prendido aqueles dois "fugitivos da Febem (Fundaçao para o Bem-Estar do Menor)", que teriam praticado diversos roubos na regiao e queriam saber se alguém ali os reconhecia.

Encaminhados ao escritório de Localli, no andar superior exibiram novamente os distintivos. Localli nao reconheceu os "suspeitos", continuou conversando com um dos supostos policiais, que ficou com um menor, enquanto o outro descia, levando o outro adolescente.

De repente, os que ficaram no escritório sacaram armas e disseram: "Isto é um assalto, seu trouxa!". Simultaneamente, funcionárias e clientes eram domindos pelos outros dois, na parte inferior do prédio, cuja frente é totalmente envidraçada.

As funcionárias foram trancadas na sala de estética, ao lado do escritório de Localli, enquanto as clientes eram roubadas. Eles pegaram dinheiro, cartoes de crédito de crédito e bancário, cheques, jóias, relógios, aparelhos celulares, entre outros bens. Os ladroes permaneceram cerca de 40 minutos naquele estabelecimento.

Uma advogada, cliente da casa, conseguiu escapar por uma porta lateral que dá acesso a uma loja de roupas de banho, também pertencente a Localli. De um orelhao, telefonou para a polícia.

Coincidentemente, havia um carro policial a pouco metros do instituto, cuja guarniçao nao havia percebido a movimentaçao suspeita. Acionada pelo Copom, levou menos de dois minutos para estacionar e entrar no instituto. Os policiais encontraram os clientes ajoelhados no térreo.

Os dois ladroes que se encontravam ali tentaram se fazer passar por clientes. Um deles obrigou a recepcionista da casa, de Cláudia, a fingir que era namorada dele. Mas o nervosismo da moça chamou a atençao dos policiais e de outros que chegaram em apoio.

Os presos foram levado à delegacia, onde se constatou que Paulo Marques Pedro, 38 anos, tem uma ficha criminal com mais de 10 metros. A maioria das prisoes dele, inquéritos e processos é por roubo e ele está condenado a 21 anos de detençao. O outro maior é Gilberto Luiz da Silva, 41 anos, que cumpriu quatro de prisao e também tem uma ficha longa. Os menores têm as iniciais M.A.R.S. e S.L.R., os dois de 17 anos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;