Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lula, frango e polenta


Roney Domingos
Do Diário do Grande ABC

11/07/2006 | 08:08


Jantar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na próxima quinta-feira no Restaurante São Judas Tadeu, em São Bernardo, custa mais caro do que assistir ao show do cantor Leonardo. Para ouvir o discurso do presidenciável, com direito a frango com polenta ou frango à italiana, o convidado terá de desembolsar R$ 200 pelo convite. Para ouvir o intérprete do hit Sinhá Moça, tema da novela das seis da TV Globo, o fã pagará pelo mesmo cardápio três vezes menos (R$ 70, o ingresso mais barato).

Os dois espetáculos – Lula e Leonardo – terão o mesmo esquema. “Tudo incluso: comida, refrigerante, água e cerveja”, explica um dos sócios do restaurante, Rafael Demarchi. Ele conta que estão sendo preparadas algumas surpresas para o jantar com o presidente da República. Só não haverá artistas contratados, que é proibido pelo TSE (Tribunal Regional Eleitoral).

O show solo de Lula também terá remuneração final melhor do que o do cantor Leonardo, porque o partido do presidente pagará para o restaurante um custo menor por convidado. O São Judas vai cobrar do PT aproximadamente R$ 35 por pessoa. É uma oferta excepcional, motivada pelos laços que unem as famílias Demarchi e Lula da Silva. “Eles (o PT) fizeram uma cotação e nos escolheram. Normalmente o nosso preço é maior, entre R$ 40 e R$ 45”, diz Demarchi.

Está prevista a venda de 3 mil ingressos para o jantar com Lula, que devem render aos cofres da campanha R$ 600 mil brutos. Descontada a despesa de R$ 105 mil (referente aos R$ 35 por pessoa multiplicados por 3 mil), sobrarão aproximadamente R$ 490 mil. O PT não soube informar ontem quantos ingressos já foram vendidos e nem para quem.

Demarchi orgulha-se de contar que a primeira reunião do PT de São Bernardo ocorreu em seu restaurante. O presidente, segundo o dono, é cliente do estabelecimento e costuma pedir, sempre que está em São Bernardo, entrega de pratos prontos em seu apartamento. “Ele gosta de frango a passarinho, polenta, croquete de carne e risoto”, revela o empresário.

Depois de eleito, Lula esteve duas vezes no São Judas: em julho de 2005, na posse da diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, e no Natal de 2003. Quando disputava a eleição de 2002, compereceu ao restaurante em 9 de outubro, para um café da manhã com militantes, e em 18 de outubro, em um encontro com empresários. “Para nós é um prazer servir ao presidente”, orgulhas-se Demarchi. Eleitor de Lula em 2003, o empresário votará na reeleição. “Com certeza vou voltar nele de novo. O governo dele foi bom para os mais humildes. Muita gente come o que não podia comer antes”, afirma.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;