Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Diadema planeja barrar caminhões no Centro


Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

29/11/2010 | 07:02


O excesso de caminhões em Diadema levou a Prefeitura a estudar a possibilidade de restringir a passagem de veículos acima de seis toneladas em vias do Centro. Segundo a Secretaria de Transportes, o fluxo dos pesados aumentou 20% após a Prefeitura de São Paulo iniciar, em agosto, o bloqueio nas avenidas dos Bandeirantes e Marginal Pinheiros.

De início, a proibição atingirá vias estreitas que registram grande tráfego de caminhões, como as avenidas São José e Nossa Senhora das Vitórias e a Rua Izaurino Lopes da Silva. O controle será feito por meio de equipamentos de fiscalização eletrônica. O secretário Ricardo Perez informa que a intenção é iniciar a restrição ainda neste ano.

Segundo dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), a frota de caminhões licenciados em Diadema passou de 2.512 em 2001 para 3.690 neste ano - aumento de 46,9%. Além dos emplacados na cidades, há a demanda dos caminhões que vêm de outras localidades. A secretaria não soube informar o tráfego flutuante.

Outra explicação para o aumento no trânsito é a inauguração do Trecho Sul do Rodoanel, que pode ser acessado pela Rodovia dos Imigrantes, que passa pela cidade. "Com a proibição da circulação na Capital, os caminhões começaram a desviar por Diadema", constatou Perez.

O secretário explicou que, por enquanto, não tem planos de estender a proibição a avenidas de maior circulação. Perez disse que levará o tema ao Consórcio Intermunicipal do Grande ABC para que sejam estudadas medidas conjuntas entre as cidades para reduzir o problema de forma conjunta.

 

SEMÁFOROS

Outra medida que será adotada para diminuir os congestionamentos é a implantação de semáforos inteligentes, que serão controlados via GPS (Global Positioning System a partir de uma central de controle. Os equipamentos serão instalados em 15 cruzamentos do eixo das avenidas Fábio Eduardo Ramos Esquível, Presidente Kennedy e Corredor ABD. "Os aparelhos já estão licitados e devem ser instalados até julho", afirmou o secretário.

Segundo Perez, a tecnologia reduzirá em aproximadamente 30% o tempo parado nos semáforos. Perez adiantou que agendará reunião com o prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, para que os equipamentos sejam instalados também na Avenida Piraporinha, no município vizinho.

 

Grande ABC investe em semáforos inteligentes

 

Camila GalvezbrDo Diário do Grande ABC

 

Assim como Diadema, as prefeituras de São Bernardo e Mauá apostam na instalação de semáforos inteligentes para controlarem o trânsito.

São Bernardo vai investir R$ 25 milhões no sistema para monitorar 200 pontos da região central. A vigilância deve começar em abril, quando a Central de Monitoramento prometida pela Secretaria de Transportes e Vias Públicas estará finalizada.

Em Mauá, 25 cruzamentos ganham câmeras e GPSs a partir de amanhã, com o objetivo de melhorar a fluidez do tráfego no Centro. A intenção é que até o início de fevereiro, as principais ruas da região central passem pela monitoria. Mauá herdou do Rodoanel aumento de 35% no fluxo de veículos que passam pelo município.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diadema planeja barrar caminhões no Centro

Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

29/11/2010 | 07:02


O excesso de caminhões em Diadema levou a Prefeitura a estudar a possibilidade de restringir a passagem de veículos acima de seis toneladas em vias do Centro. Segundo a Secretaria de Transportes, o fluxo dos pesados aumentou 20% após a Prefeitura de São Paulo iniciar, em agosto, o bloqueio nas avenidas dos Bandeirantes e Marginal Pinheiros.

De início, a proibição atingirá vias estreitas que registram grande tráfego de caminhões, como as avenidas São José e Nossa Senhora das Vitórias e a Rua Izaurino Lopes da Silva. O controle será feito por meio de equipamentos de fiscalização eletrônica. O secretário Ricardo Perez informa que a intenção é iniciar a restrição ainda neste ano.

Segundo dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), a frota de caminhões licenciados em Diadema passou de 2.512 em 2001 para 3.690 neste ano - aumento de 46,9%. Além dos emplacados na cidades, há a demanda dos caminhões que vêm de outras localidades. A secretaria não soube informar o tráfego flutuante.

Outra explicação para o aumento no trânsito é a inauguração do Trecho Sul do Rodoanel, que pode ser acessado pela Rodovia dos Imigrantes, que passa pela cidade. "Com a proibição da circulação na Capital, os caminhões começaram a desviar por Diadema", constatou Perez.

O secretário explicou que, por enquanto, não tem planos de estender a proibição a avenidas de maior circulação. Perez disse que levará o tema ao Consórcio Intermunicipal do Grande ABC para que sejam estudadas medidas conjuntas entre as cidades para reduzir o problema de forma conjunta.

 

SEMÁFOROS

Outra medida que será adotada para diminuir os congestionamentos é a implantação de semáforos inteligentes, que serão controlados via GPS (Global Positioning System a partir de uma central de controle. Os equipamentos serão instalados em 15 cruzamentos do eixo das avenidas Fábio Eduardo Ramos Esquível, Presidente Kennedy e Corredor ABD. "Os aparelhos já estão licitados e devem ser instalados até julho", afirmou o secretário.

Segundo Perez, a tecnologia reduzirá em aproximadamente 30% o tempo parado nos semáforos. Perez adiantou que agendará reunião com o prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, para que os equipamentos sejam instalados também na Avenida Piraporinha, no município vizinho.

 

Grande ABC investe em semáforos inteligentes

 

Camila GalvezbrDo Diário do Grande ABC

 

Assim como Diadema, as prefeituras de São Bernardo e Mauá apostam na instalação de semáforos inteligentes para controlarem o trânsito.

São Bernardo vai investir R$ 25 milhões no sistema para monitorar 200 pontos da região central. A vigilância deve começar em abril, quando a Central de Monitoramento prometida pela Secretaria de Transportes e Vias Públicas estará finalizada.

Em Mauá, 25 cruzamentos ganham câmeras e GPSs a partir de amanhã, com o objetivo de melhorar a fluidez do tráfego no Centro. A intenção é que até o início de fevereiro, as principais ruas da região central passem pela monitoria. Mauá herdou do Rodoanel aumento de 35% no fluxo de veículos que passam pelo município.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;