Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

FMI mantém previsão de crescimento de 3,5% para PIB do Brasil


Do Diário OnLine
Com AFP

19/04/2006 | 11:19


O FMI (Fundo Monetário Internacional) manteve a previsão de crescimento de 3,5% para a economia brasileira em 2006, segundo seu relatório semestral para as perspectivas mundiais divulgados nesta terça-feira.

"Depois de uma forte desaceleração da atividade em 2005, o Brasil se recuperará neste ano com um fortalecimento do crescimento, que deve alcançar 3,5%, contra 2,3% em 2005, e manter o mesmo nível em 2007", assegura o FMI em seu comunicado.

Neste contexto, o Fundo recomenda que, "para prolongar os esforços na redução da dívida pública, será importante resistir às pressões para um menor controle fiscal, a fim de manter um alto superávit primário".

O FMI também propôs "aumentar o crescimento a médio prazo, com esforços de reformas, inclusive melhorando a qualidade da política fiscal, e do clima empresarial".

Em dezembro passado, o Brasil pagou ao FMI os últimos US$ 15 bilhões do pacote de US$ 30 bilhões concedido em 2002 para ajudar o país superar a crise financeira gerada pela desconfiança dos mercados ante a chegada ao poder do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Este pagamento antecipou vencimentos que se estenderiam até o final de 2007 e permitiu ao Brasil passar a viver, pela primeira vez, sem a assistência do Fundo desde 1998.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

FMI mantém previsão de crescimento de 3,5% para PIB do Brasil

Do Diário OnLine
Com AFP

19/04/2006 | 11:19


O FMI (Fundo Monetário Internacional) manteve a previsão de crescimento de 3,5% para a economia brasileira em 2006, segundo seu relatório semestral para as perspectivas mundiais divulgados nesta terça-feira.

"Depois de uma forte desaceleração da atividade em 2005, o Brasil se recuperará neste ano com um fortalecimento do crescimento, que deve alcançar 3,5%, contra 2,3% em 2005, e manter o mesmo nível em 2007", assegura o FMI em seu comunicado.

Neste contexto, o Fundo recomenda que, "para prolongar os esforços na redução da dívida pública, será importante resistir às pressões para um menor controle fiscal, a fim de manter um alto superávit primário".

O FMI também propôs "aumentar o crescimento a médio prazo, com esforços de reformas, inclusive melhorando a qualidade da política fiscal, e do clima empresarial".

Em dezembro passado, o Brasil pagou ao FMI os últimos US$ 15 bilhões do pacote de US$ 30 bilhões concedido em 2002 para ajudar o país superar a crise financeira gerada pela desconfiança dos mercados ante a chegada ao poder do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Este pagamento antecipou vencimentos que se estenderiam até o final de 2007 e permitiu ao Brasil passar a viver, pela primeira vez, sem a assistência do Fundo desde 1998.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;